Coronavírus

Após uma semana sem mortes por Covid-19, Adamantina volta a registrar óbito pela doença

Prefeitura de Adamantina divulga novo óbito pela Covid-19. É o 34º caso desde o início da pandemia.

Por: Da Redação atualizado: 24 de fevereiro de 2021 | 13h33
(Divulgação/Prefeitura de Adamantina). (Divulgação/Prefeitura de Adamantina).

Um homem de 78 anos, que morreu nesta segunda-feira (22), é o 34º registro e óbito por Covid-19, em Adamantina, desde o início da pandemia. O corpo do morador foi sepultado na manhã desta terça-feira (23), sem velório, no Cemitério da Saudade.

O último caso de morte atribuída à doença, em morador da cidade, foi na segunda-feira (15) da semana passada. A nova atualização de casos foi divulgada na tarde desta terça-feira pela Prefeitura de Adamantina. Segundo o comunicado, o morador tinha histórico de hipertensão e diabetes e estava hospitalizado por complicações da Covid-19.

Além de informar o novo óbito, o boletim traz o quadro atualizado de casos na cidade. Nesta terça-feira, considerando os dados atualizados até ontem, Adamantina apresenta um total de 1.420 casos desde o início da pandemia. Atualmente, a cidade tem 104 casos ativos e 1.282 moradores curados da doença. 

Em relação à ocupação hospitalar, há 9 pacientes internados nas alas de isolamento Covid-19 na Santa Casa local. Na enfermaria são 5 pacientes, dos quais 3 são de Adamantina e 2 de outras cidades. Já na UTI Covid, são 4 pessoas internadas, das quais 2 são de Adamantina e 2 de outras cidades. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética

Máscaras e distanciamento social

Em um comunicado à imprensa nesta terça-feira, a Prefeitura de Adamantina pede que a população colabore mantendo o isolamento social e uso de máscaras. “Estamos cansados de fazer isolamento? Sim, mas a pandemia ainda não acabou. A nossa UTI tem oscilado com alto índice de ocupação com pacientes da cidade e de outras regiões do estado. A situação está grave. Todos precisam colaborar”, salienta o secretário de saúde, Gustavo Taniguchi Rufino.

O uso de máscaras e o distanciamento social ainda são as formas mais eficazes no combate à doença. “A vacina já chegou, mas ela ainda não está disponível para todos os grupos, por isso precisamos fazer a nossa parte”, finaliza o secretário. 

Vacinação

Em relação à vacina, a cidade  enfrenta a escassez de novas doses, que dependem das remessas dentro do Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde. Com isso, está temporariamente interrompida a imunização destinada aos grupos prioritários, que até então, na cidade, contempla os idosos com mais de 85 anos. A falta de novas doses do imunizante atinge grande parte das cidades brasileiras. 

A retomada do cronograma de vacinação, dentro desse grupo etário, e o avanço a novas faixas de idade, em Adamantina, dependem agora da chegada de novas doses de imunizantes, com expectativa de serem recebida ainda nesta semana.

Com a chegada das novas doses, as orientações para a sequência do cronograma de vacinação serão divulgadas pela Secretaria Municipal de Saúde.

Em Adamantina, segundo o Vacinômetro, 2.104 pessoas tomaram a primeira dose do imunizante. Dessas, 608 tomaram a segunda dose, somando 2.712 doses aplicadas.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Cinema
Insta do Siga Mais