Cidades

Veículos com excesso de peso danificam trechos da SP-294 na Nova Alta Paulista

Com volume diário aproximado de 10 mil veículos, SP-294 está com o pavimento asfáltico danificado.

Por: Marcos Maia | Especial para o Portal e Jornal Regional | Dracena atualizado: 11 de julho de 2019 | 18h01
Excesso de peso em veículos de carga danifica pavimento em trechos da SP-294, na Nova Alta Paulista (Arquivo/Siga Mais). Excesso de peso em veículos de carga danifica pavimento em trechos da SP-294, na Nova Alta Paulista (Arquivo/Siga Mais).

Com um volume diário aproximado de 10 mil veículos, a rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), que liga a região da Nova Alta Paulista até Paulicéia que faz divisa entre o  Estado de São Paulo a Brasilândia, no  Mato Grosso do Sul, está com o pavimento asfáltico danificado por causa do excesso de pessoa de veículos que transportam cargas pesadas, em alguns trechos. A informação é do engenheiro João Augusto Ribeiro, assistente da Diretoria Regional DER de Presidente Prudente e chefe da Residência-12 do órgão em Dracena.

Ele disse que a rodovia tem capacidade de suportar até 47 toneladas de peso, mas principalmente os caminhões que transportam cana-de-açúcar e trafegam com a carga acima do dobro que é permitido, danificando a rodovia.

Ribeiro explicou que os condutores de veículos pesados trafegam com a carga dobrada no sentido Marília até Panorama, que é um trecho que não tem balança do DER e nem pedágio – que ajuda na fiscalização do peso. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Monalisa Adamantina
Tio Panda Adamantina
Supermercado Godoy

Publicidade

Haddad
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética

Segundo o engenheiro, no sentido Panorama a Marília tem a balança antes de Junqueirópolis, mas os motoristas acabam desviando para evitar a fiscalização.

João Augusto Ribeiro afirmou ainda que a rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563) que liga as regiões da Nova Alta Paulista, Noroeste e Sorocabana está registrando aumento de tráfego de veículos por não ter balança e por não ter pedágio, o que danifica a pista. Segundo ele, recentemente, essa rodovia recebeu a operação tapa-buracos que melhora as condições de uso, e, durante o período chuvoso provoca o surgimento de buracos.

Em Dracena, diariamente, é possível notar caminhões transportando carga de tijolos ou lajota saindo da rodovia Ribeiro de Barros e entrando nas proximidades do Parque Dracena, seguindo no sentido ao Jardim da Palmeiras para desviar da fiscalização da balança de pesagem do DER.  

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais