Cidades

Usina da região vai produzir biometano a partir de resíduos da cana-de-açúcar

Gás biometano será gerado a partir do processamento de resíduos da cana-de-açúcar;

Por: Da Redação | Com informações de O Imparcial atualizado: 14 de outubro de 2020 | 17h03
Implantação da nova planta industrial que irá produzir biometano, em Narandiba, região de Presidente Prudente (Reprodução/O Imparcial). Implantação da nova planta industrial que irá produzir biometano, em Narandiba, região de Presidente Prudente (Reprodução/O Imparcial).

A unidade da Usina Cocal de Narandiba vai produzir gás biometano a parir do processamento de resíduos da cana-de-açúcar. A nova operação foi destaque na edição deste domingo (11) do jornal O Imparcial, de Presidente Prudente.

Segundo a reportagem, a iniciativa é pioneira no país. No local serão produzidos 33,5 milhões Nm3 de biogás. A partir dessa produção serão exportados 33,3 mil MWh/ano de energia e 8,9 milhões de Nm3 de biometano – aproximadamente 24 mil Nm3/dia.

Com isso, de acordo com a publicação, os municípios de Narandiba, Presidente Prudente e Pirapozinho serão os primeiros abastecidos com biometano na região, o que deve atender indústrias, comércios, residências e veículos leves e pesados (GNV - gás natural veicular), nessas três localidades.

A reportagem informa que, segundo a empresa, a implantação da nova planta industrial ocorre de acordo com o planejado, e a previsão de partida é abril/maio de 2021.

Para o meio ambiente, segundo a Usina Cocal, a iniciativa tem como benefício a redução da emissão de gás carbônico, sendo que biometano pode reduzir 95% da emissão de CO² dos combustíveis e os biofertilizantes podem reduzir 75% da emissão de CO² dos fertilizantes. “Essa produção será benéfica para o meio ambiente, pois oferece uma nova fonte de energia limpa e renovável para consumo, contribui para o desenvolvimento regional e garante uma destinação nobre para os resíduos industriais”, diz a empresa, na reportagem.  (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética

Segundo O Imparcial, vários fatores motivaram a Cocal nesse investimento, dentre eles, atender a região com um combustível (gás) renovável e limpo; produzir uma energia limpa e renovável (etanol) a partir de um combustível limpo e verde, o biometano; tecnologia disponível para produção durante o ano todo (12 meses); demanda de biogás na região de Presidente Prudente; e incentivo do programa RenovaBio para redução da emissão de CO².

De acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo) – destaca O Imparcial –, o biometano é um biocombustível gasoso obtido a partir do processamento do biogás. Por sua vez, o biogás é originário da digestão anaeróbica de material orgânico – decomposição por ação das bactérias, composto principalmente de metano e dióxido de carbono. É produzido a partir de produtos e resíduos orgânicos agrossilvopastoris, resíduos agrícolas, estercos de animais, esgoto doméstico e resíduos sólidos urbanos.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Cinema
Insta do Siga Mais