Cidades

Travessia da Plácido Rocha à SP-294 poderá ser deslocada três quilômetros; prefeitura tenta reverter

Autoridades municipais tentam manter dinâmica de acesso no atual ponto, porém modernizada.

Por: Da Redação atualizado: 22 de maio de 2023 | 13h55
Trevo da Lagoa Seca: acessos pelo local poderão ser reconfigurados conforme obras de duplicação da SP-299 (Arquivo/Siga Mais). Trevo da Lagoa Seca: acessos pelo local poderão ser reconfigurados conforme obras de duplicação da SP-299 (Arquivo/Siga Mais).

A Prefeitura de Adamantina divulgou nesta quarta-feira (17) que as obras de duplicação da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294) preveem a mudança na dinâmica de acesso da via  à Rodovia Plácido Rocha/Lagoa Seca. Com duas pistas, o fluxo para quem transita pela SP-294 com ingresso na Plácido Rocha, ou vice-versa, seria feito por meio de outros acessos.

“Em tratativas com a Concessionária de Rodovias Eixo SP, a mesma informou a Prefeitura de Adamantina sobre a necessidade de transferência do trevo localizado na Comandante João Ribeiro de Barros em acesso à Rodovia Plácido Rocha para três quilômetros à frente, sentido Flórida Paulista, em atendimento dos novos regulamentos da concessionária”, informou a Prefeitura.

Publicidade

Supermercado Godoy
Dr. Paulo Tadeu Drefahl | Cirurgião Plástico

Publicidade

JVR Segurança
Rede Sete Supermercado

Com isso, quem transita na SP294 no sentido Lucélia/Pacaembu, e for ingressar na Plácido Rocha, teria essa possibilidade mantida. Já para quem deixa a Plácido Rocha e ingressa na SP-294, com sentido a Adamantina, teria que se deslocar cerca de três quilômetros adiante e usar um futuro dispositivo de retorno previsto para o trecho entre as cidades de Adamantina e Flórida Paulista, na altura do km 600+960 metros, e pegar a pista inversa sentido Pacaembu/Lucélia, retornando então para Adamantina. Essa mesma dinâmica se aplicaria para quem deixa o bairro rural Tucuruvi e precisaria retornar ao perímetro urbano de Adamantiina.

Previsão do novo trevo principal em Adamantina (Reprodução).Previsão do novo trevo de acesso ao campus II (Reprodução).

Já para quem transita pela SP-294 sentido Pacaembu/Lucélia, e for ingressar na Plácido Rocha, precisaria acessar o trevo principal de Adamantina, que será remodelado, pegar a pista inversa e então se dirigir à rodovia em direção ao bairro Lagoa Seca e Valparaíso. Ou ainda, ingressar no trevo do campus II, fazer o retorno em frente à entrada do campus, e retornar à SP-294.

Tentativas do poder público

Depois de tomar conhecimento sobre essas circunstâncias do projeto de duplicação da SP-294, representantes da Prefeitura de Adamantina se mobilizaram para tentar manter a dinâmica de acesso no atual ponto, porém modernizada. “A fim de promover melhor acesso à população local, a Prefeitura vem realizando estudos para as adequações necessárias do dispositivo de retorno sem a necessidade de retirá-lo de sua atual localidade. A importância da manutenção do trevo é uma prioridade pois o mesmo está instalado há anos no local e sua transferência causará diversos danos econômicos para a cidade e a população”, narra o poder público.

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
 

Segundo a Prefeitura de Adamantina, o prefeito Márcio Cardim,  o secretário de planejamento e desenvolvimento, João Vitor Marega e os engenheiros Rodrigo Martins e Vinícius Ribeiro, participaram nos últimos três meses de audiências técnicas e reuniões com o Rafael Benini que faz parte da Secretaria de Transporte e Logísticas, com representantes da Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) e estiveram também em São Carlos em tratativas com a equipe da Eixo SP. Na oportunidade, apresentaram solicitações do município visando a permanência do trevo na interligação da SP-294 e Plácido Rocha. 

Reunião com a equipe da Artesp (Da Assessoria). Reunião com a equipe da Eixo SP (Da Assessoria). 

Conforme a Prefeitura, os estudos encontram-se agora em fase de elaboração do pré-projeto buscando quantificar os prejuízos causados a essa população com as mudanças que poderão ocorrer na obra de duplicação da SP-294. Deverão ser coletados dados sobre a quantidade de veículos que circulam pelo local, empresas localizadas nas rodovias como também o número de funcionários, produtores da agricultura familiar como também todos os usuários da Rodovia Plácido Rocha de Adamantina e região.

Com a finalização dos estudos os representantes municipais devem levar a demanda ao governador buscando a permanência do dispositivo no atual local.

Publicidade

Shiba Sushi Adamantina
Cóz Jeans
P&G Telecomunicações

Publicidade

Insta do Siga Mais