Cidades

Trabalho a campo captura mais de 100 escorpiões no Jardim Primavera

Equipe do Departamento de Controle de Vetores faz buscas em local denunciado por morador.

Por: Da Redação atualizado: 19 de abril de 2018 | 10h02
Equipe do Departamento de Controle de Vetores realiza buscas por escorpiões no Jardim Primavera (Foto: Siga Mais). Equipe do Departamento de Controle de Vetores realiza buscas por escorpiões no Jardim Primavera (Foto: Siga Mais).

Um trabalho a campo realizado pela equipe do Departamento de Controle de Vetores da Secretaria Municipal de Saúde de Adamantina levou à captura de mais de uma centena de escorpiões, em buscas iniciais, realizadas em uma área pública do Jardim Primavera.
O Departamento de Controle de Vetores recebeu denúncia de moradores na última sexta-feira (13) e designou equipe ao local. Até o final da tarde desta segunda-feira (16), foram mais de 100 escorpiões capturados em meio à área verde, sujeira e entulhos.
A manutenção da área verde é de responsabilidade da Prefeitura e o depósito irregular de sujeira e entulhos é feito pelos próprios moradores, que encontram em uma área pública a alternativa mais próxima de casa para depósito de materiais inservíveis.
A equipe do Departamento de Controle de Vetores prossegue uma busca pelo local, no Jardim Primavera, nesta terça-feira, para localizar e capturar escorpiões e orientar moradores.

Ação e conscientização

A falta de cuidados com o ambiente (falta de limpeza, acúmulo de sujeira, entulhos e materiais diversos em áreas públicas e particulares) é a principal causa de infestação de escorpiões e outros vetores.
Por um lado falta consciência do próprio morador, como um todo. Há esforços e iniciativas isoladas, mas falta engajamento comunitário para resolver o problema da coletividade. De outro lado, as ações de conscientização e sensibilização por parte do Poder Público, quanto realizadas, se mostram insuficientes.
Soma-se a isso a ausência ações para remoção periódica desses materiais e manutenção permanente desses espaços, pelo Poder Público, além de falhas na fiscalização e medidas de advertência e punitivas a quem faz depósito desses materiais em áreas públicas ou particulares abandonadas.
Já o caminho para solucionar ou minimizar esse drama depende da somatória de esforços e uma ação articulada. Um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) prestes a ser assinado, proposto pelo Ministério Público da Comarca de Adamantina, busca sistematizar uma ação integrada, de diversas frentes, para atuar no combate aos escorpiões.

Fotos

Publicidade

Clinica Lu Applim

Publicidade

Youtube