Cidades

Temporal: passadas mais de 24 horas, há pontos em Adamantina ainda sem energia elétrica

Interrupção no fornecimento de energia elétrica ocorreu às 14h50 desta segunda-feira.

Por: Da Redação atualizado: 23 de outubro de 2019 | 15h40
Telha metálica lançada sobre a rede elétrica na Avenida Rio Branco, na tarde desta segunda-feira (21) em Adamantina (Foto: Erivaldo Lopes/Site Clikar). Telha metálica lançada sobre a rede elétrica na Avenida Rio Branco, na tarde desta segunda-feira (21) em Adamantina (Foto: Erivaldo Lopes/Site Clikar).

Passadas mais de 24 horas após o temporal com fortes ventos e chuva que atingiram várias cidades da região por volta das 14h50 desta segunda-feira (21), ainda há pontos em Adamantina e em outros seis municípios da região de Presidente Prudente sem energia elétrica.

Segundo nota à imprensa divulgada às 18h30 desta terça-feira (22) pela concessionária Energisa, aproximadamente 5 mil clientes da empresa ainda estão sem energia em pontos específicos das cidades de Osvaldo Cruz, Adamantina, Lucélia, Parapuã, Presidente Epitácio, Presidente Bernardes e Santo Anastácio. Também foram registradas ocorrências em áreas rurais.

Segundo a Energisa, cerca de 300 profissionais da empresa e equipes terceirizadas continuam trabalhando de forma intensa para normalizar o fornecimento de energia para os clientes ainda afetados pelo forte temporal.

A empresa informou ainda que a frente fria veio acompanhada com fortes ventos que lançaram objetos na rede, além do registro de queda de galhos e árvores, ocasionando rompimento de cabos e quebra de postes. Ainda de acordo com a Energisa, cerca de 13 mil raios atingiram a região.

Ao final da nota, a empresa destaca que em caso de necessidades, além do contato via 0800 10 70 326 (ligação gratuita), os clientes também podem acionar a distribuidora pelo aplicativo Energisa On, Facebook.com/Energisa ou pelo site www.energisa.com.br. Em caso de falta de energia, o contato pode ser realizado pelos mesmos canais citados. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Tio Panda Adamantina
Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Haddad
Rede Sete Supermercado
Daiane Mazarin Estética

Transtornos e prejuízos

Pelas redes sociais são inúmeros os relatos de transtornos e prejuízos decorrentes da demora na regularização do fornecimento de energia elétrica. Há atividades paralisadas em empresas e propriedades rurais, além de prejuízos materiais. Em Adamantina, uma sorveteria perdeu todo o estoque de picolés e massas, e contabiliza os prejuízos.

Entre os clientes domésticos, há transtornos causados pela falta de energia, como a impossibilidade de utilizar eletrodomésticos, eletroeletrônicos e equipamentos de saúde.

Na área rural, a fala de energia impede a captação de água em poços, a ordenha mecânica de leite e outras atividades, além dos impactos para os moradores. 

Dois poços da Sabesp sem energia em Adamantina

Essa condição de falta de energia elétrica atinge também dois dos oito poços da Sabesp que produzem a água que abastece Adamantina. Sem energia, o sistema de bombas de captação não funciona.

Segundo a empresa, a inatividade na captaçao de água nesses dois poços não afeta o sistema de abastecimento na cidade, pois ambos têm baixa produção. Mas a empresa mantém a orientação para o uso racional de água. 

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais