Cidades

Sírio-Libanês e UniFAI se unem na qualificação do ensino médico

Alunos prestaram o Exame de Qualificação Médica (QM1) e obtiveram resultados acima do esperado.

Por: Daniel Torres | Colaborou: Jesana Lima | UniFAI
Hospital Sírio-Libanês e UniFAI se unem na qualificação do Ensino Médico; alunos de Medicina têm prestado o Exame de Qualificação Médica (QM1) e obtido resultados acima do esperado (Arquivo/UniFAI). Hospital Sírio-Libanês e UniFAI se unem na qualificação do Ensino Médico; alunos de Medicina têm prestado o Exame de Qualificação Médica (QM1) e obtido resultados acima do esperado (Arquivo/UniFAI).

Numa parceria entre o Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) e o Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, alunos da Turma 3 (T3) do curso de medicina da Instituição adamantinense participaram do Exame de Qualificação Médica (QM1), aplicado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), e obtiveram resultados acima do esperado.

O exame faz parte da Avaliação Periódica do Ensino Médico (APEM) e ocorre em duas fases, sendo aplicadas aos estudantes dos 3º e 5º anos em todo o Estado. A APEM é uma ferramenta de avaliação da graduação disponibilizada pelo Cremesp em parceria com o Instituo de Ensino e Pesquisa – Hospital Sírio Libanês (IEP-HSL) e pela organização America National Board of Medical Examiners (NBME). (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Monalisa Adamantina
Clínica Savi
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Haddad
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

“A participação dos alunos no Exame de Qualificação Médica do [Hospital] Sírio Libanês é importantíssimo, pois traz para todos da UniFAI um direcionamento frente ao ensino praticado junto aos alunos, por ser um ensino de qualidade e por termos também alunos de qualidade trabalhando nesse processo de formação de um profissional médico esperado pela população”, salientou o vice-reitor da UniFAI, Prof. Dr. Fábio Alexandre Guimarães Botteon que, ao lado do coordenador do curso, Prof. Dr. Miguel Ângelo De Marchi, supervisionou os alunos a todo momento.

Para o reitor, Prof. Dr. Paulo Sergio da Silva, “trata-se de um exame voluntário e gratuito, que não busca a disputa com outras escolas de medicina, mas visa garantir a qualidade do ensino nas instituições”.

Publicidade

Iogurtes Carolina
Dra Maria Gabriela Tiveron

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais