Cidades

Quintana aprova lei que proíbe fogos com barulho

Multa prevista para quem infringir a lei é de R$ 2 mil, podendo ser até quadruplicada.

Por: Da Redação | Com informações do Tupacity atualizado: 7 de fevereiro de 2020 | 12h48
Projeto aprovado por unanimidade na Câmara Municipal depende agora da sanção e promulgação do prefeito para que entre em vigência (Ilustração). Projeto aprovado por unanimidade na Câmara Municipal depende agora da sanção e promulgação do prefeito para que entre em vigência (Ilustração).

A Câmara Municipal de Quintana aprovou na terça-feira (4) por unanimidade o Projeto de Lei (PL) 02/2020 que proíbe a soltura de fogos de artifício que produzam barulhos ou estampidos na cidade. Agora, a medida depende da sanção e promulgação do prefeito, para que possa valer.

De acordo com o texto, e se a proposta aprovada pela Câmara for sancionada e promulgada pelo prefeito, a multa prevista para quem infringir a lei é de R$ 2 mil podendo ser até quadruplicado em caso de reincidência. O início de vigência é de 90 dias após sua publicação.

O PL é de autoria do vereador Marcelo Lisboa e da mesa diretora da Câmara, composta pelos vereadores Luiza Relvas, Claudinei Ferreira e Joel Relvas.

PL foi rejeitado em Adamantina

Em Adamantina um PL semelhante, de autoria do vereador Acácio Rocha, foi rejeitado em votação realizada em março do ano passado (reveja). A proposta também restringia a soltura de fogos com estampido e permitiria apenas os fogos visuais.  (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Tio Panda Adamantina
Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Haddad
Dra Maria Gabriela Tiveron
Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado

PL tramita na Câmara de Tupã

Tramita na Câmara Municipal de Tupã, desde 17 de setembro passado, o PL 38/2019, de autoria do vereador Gilberto Neves Cruz, o capitão Neves, que proíbe o manuseio, a queima e a soltura de fogos de artifício com estampido na cidade.

Não há previsão para que o PL seja votado. A proposta proíbe fogos de barulho e permite apenas os fogos visuais.

Se o PL for aprovado conforme seu texto original e sancionado pelo prefeito, o eventual infrator fica sujeito a multa de R$ 2 mil. Já a fiscalização, ficaria a cargo da prefeitura.  (Com informações do Tupacity).

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais