Cidades

PAI Nosso Lar ganha horta e pomar na área de recreação dos pacientes

Intervenção faz parte de ação conjunta entre a Clínica, poder público e parceiros.

Por: Daniel Torres | Colaborou: Vanessa Ribeiro dos Santos Alonso atualizado: 8 de abril de 2021 | 09h51
Iniciativa faz parte de um projeto terapêutico com os pacientes para a modificação dos ambientes externos com a implantação de horta, pomar e inserção de animais  (Foto: Vanessa Alonso). Iniciativa faz parte de um projeto terapêutico com os pacientes para a modificação dos ambientes externos com a implantação de horta, pomar e inserção de animais (Foto: Vanessa Alonso).

Já imaginou descansar embaixo de uma sombra bem gostosa, com frutas à altura da mão, muito verde ao seu redor e até animais para interagir? Pois é exatamente assim que está ficando o cenário da área de recreação do Polo de Atividades Integradas (PAI/Nosso Lar), de Adamantina, em reforma numa ação conjunta que integra o Programa Euroclima+.

Essa ação, desenvolvida numa parceria da clínica com o Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) e a Prefeitura de Adamantina, com participação também da Cooperativa Agrícola Mista de Adamantina (Camda), teve início na manhã da última quarta-feira, 31 de março, e faz parte de um projeto terapêutico com os pacientes do PAI/Nosso Lar para a modificação dos ambientes externos com a implantação de horta, pomar e inserção de animais.

O objetivo dessa intervenção é humanizar ainda mais o acompanhamento clínico dos pacientes a fim de diminuir ansiedades, melhorar os relacionamentos e acelerar a sua reinserção na sociedade.

Mudas foram plantadas sob a supervisão dos especialistas em extensão rural da UniFAI, os engenheiros agrônomos Jorge Felipe Soares Pinheiro, Leandro Simões Vidal e da médica veterinária Vanessa Ribeiro dos Santos Alonso, coordenados pelo Prof. Dr. Vagner Amado Belo de Oliveira, pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão do Centro Universitário (Foto: Vanessa Alonso).

Para o andamento desse projeto, foram doadas pelo colaborador da fazenda experimental da Camda, Carlos Renato Guandalini, 30 mudas de árvores frutíferas, entre elas jabuticaba, pitanga, goiaba, goiaba roxa, araçá, lichia e ingá, plantadas sob a supervisão de William Cândido, do PAI/Nosso Lar, e dos especialistas em extensão rural da UniFAI, os engenheiros agrônomos Jorge Felipe Soares Pinheiro, Leandro Simões Vidal e da médica veterinária Vanessa Ribeiro dos Santos Alonso, coordenados pelo Prof. Dr. Vagner Amado Belo de Oliveira, pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão do Centro Universitário. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética

Euroclima+

O Euroclima+ é um programa financiado pela União Europeia para promover o desenvolvimento ambientalmente sustentável e resiliente ao clima em 18 países da América Latina, em particular para o benefício das populações mais vulneráveis.

O Programa é implementado sob o trabalho sinérgico de sete agências: Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento - AECID (Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo), Agência Francesa de Desenvolvimento - AFD (Agence Française de Développement), Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), Expertise France (EF), Fundação Internacional e para Iberoamérica de Administração e Políticas Públicas (FIIAPP), Sociedade Alemã de Cooperação Internacional - GIZ (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit GmbH) e ONU Meio Ambiente.

Esse programa recebe cofinanciamento do Governo da Alemanha através do Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ) assim como dos governos da França e da Espanha.

Adamantina e América Central

O projeto elaborado pelo consórcio liderado pela Associação Fronteiriça Trinacional Rio Lempa (Mancomunidad Trinacional Fronteriza Río Lempa, em espanhol) – composta por 25 governos locais de El Salvador, Guatemala e Honduras, localizados em uma região de fronteira conhecida como Trifínio Centro-americano (ou Tríplice Fronteira Centro-americana) – em parceria com a UniFAI, a Prefeitura de Adamantina e o Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala, faz parte de um programa de cooperação regional entre a UE e a América Latina com foco na produção resiliente de alimentos frente à mudança climática.

Intitulado “Políticas locais e mecanismos de articulação e implementação de alianças público-privadas para a produção resiliente de alimentos, nas cadeias de valor agroalimentar no Trifínio Centro-americano e em Adamantina”, o projeto apresentado e aprovado em 2019 terá duração de dois anos. Sua ação técnica abrange 500 produtores da categoria Agricultura Familiar dos quatro países componentes do grupo.

Publicidade

Insta do Siga Mais

Publicidade

Cinema