Cidades

Noite de autógrafos marca lançamento de livro com crônicas sobre Adamantina

“Breves ensaios sobre a história de Adamantina” é lançado e traz crônicas sobre a cidade.

Por: Da Redação atualizado: 9 de junho de 2020 | 16h28
Noite de autógrafos, com o lançamento do livro Breves ensaios sobre a história de Adamantina, do professor e historiador Tiago Rafael (Imagens: Divulgação). Noite de autógrafos, com o lançamento do livro Breves ensaios sobre a história de Adamantina, do professor e historiador Tiago Rafael (Imagens: Divulgação).

Aconteceu na noite deste sábado (14) o lançamento do livro “Breves ensaios sobre a história de Adamantina”, do professor e historiador Tiago Rafael. O evento de lançamento reuniu autoridades, familiares e convidados do escritor, no anfiteatro da Biblioteca Pública Municipal “Cônego João Baptista de Aquino”.

“Breves ensaios sobre a história de Adamantina” traz uma coleção de textos da sua coluna semanal “Memória”, publicada no Portal Siga Mais, com elementos da história e do cotidiano de Adamantina. Agora, o conteúdo ganha versão impressa - com edição da Cartola Editora - e deve alcançar novos públicos. Os livros podem ser adquiridos diretamente com o autor, pelo telefone (18) 99164-4625.

Para o lançamento foi composta uma mesa de honra com o escritor Tiago Rafael; o jornalista Acácio Rocha, do Portal Siga Mais – que assina o prefácio do livro –; o diretor da Escola Estadual Helen Keller, professor Paulo Araújo; o supervisor de ensino representando a Diretoria Regional de Ensino de Adamantina, professor Hélio José dos Santos; a vereadora Dinha Gil, representando a Câmara Municipal; e a Secretária Municipal de cultura e Turismo, Cláudia Corradi.

Autoridades, no cerimonial de lançamento do livro (Divulgação).

 No cerimonial, conduzido pela professora Maria Renata Belém Geraldo, cada um dos componentes da mesa de honra teve espaço para fazer suas colocações ao escritor e à obra, e de maneira unânime reafirmaram as características mais marcantes de Tiago Rafael em sua história profissional e de vida, destacando aspectos de sua formação, carreira, trabalho, o voluntariado, a dedicação aos estudos e à pesquisa, proatividade e a vocação para interpretar as questões locais.

As características do autor e sua obra

Com 125 páginas, o livro traz na orelha texto do também escritor João Carlos Rodrigues. “Esta coletânea vem abrilhantar, dignificar e complementar o histórico adamantinense. É a história narrada de uma forma especial, inédita, diferenciada, acrescentada de mais alguns detalhes, mas sem perder sua originalidade. Trata-se de mais uma opção para a história municipal ser conhecida, relembrada e preservada”, escreve.

A apresentação é assinada pelo professor e jornalista Sérgio Barbosa. “Nesta publicação, pode-se escrever que o historiador se faz presente como aquele cronista que vai em busca dos fatos e causos do passado para uma aproximação com o presente. Portanto, o autor consegue, por meio das palavras, bem como das fotos que ilustram este livro, transmitir sua mensagem visando estar em sintonia com os aspectos históricos nos textos para muitas reflexões de uma mesma reflexão”, destaca.

Tiago homenageia professores (Divulgação).

Já o prefácio de “Breves ensaios sobre a história de Adamantina” é assinado  pelo jornalista Acácio Rocha, responsável pelo Portal Siga Mais. “Cada texto traz abordagens únicas, onde os fatos do cotidiano e os acontecimentos mais importantes da cidade – no período abordado – ocupam a mesma linha de importância e valor. Essa condição permite reconhecer o equilíbrio e a maturidade do autor na construção das narrativas, ao definir e atribuir valores e relevância aos temas trazidos a público”, escreve. “Os textos são dosados com bom senso, racionalidade e, algum deles, até com humor, possíveis a partir da capacidade e habilidade do autor em se apropriar dos fatos e ampliá-los, um a um, para uma perspectiva que traduz e respeita a história, permite responder à curiosidade natural sobre o lugar onde se vive e provoca o público a avaliar a cidade, nesta curta caminhada dos 70 anos de Adamantina”, completa. (Continua após a publicidade)...

Publicidade

Supermercado Godoy
Clínica Savi

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

 A concepção do livro e o desafio de escrever para todos

Em sua fala, o escritor Tiago Rafael destacou aspectos da concepção do livro, e iniciou marcando posição ao credenciar o papel do historiador, sua formação de graduação. “Não há nada que nós historiadores não remexemos e ou fucemos, em todos os cantos”, disse. “Descobrir algo diferente ou tentar mostrar outra vertente é a nossa função”.

A imersão no desafio de publicar sobre a história local e regional se deu, inicialmente, a partir de uma abertura para publicações de textos sobre pioneiros de Flórida Paulista junto ao jornal Folha Regional. Nessa época, Tiago trabalhava em uma escola naquela cidade e tinha dificuldade em acessar dados sobre a história da localidade. Quando passou a trabalhar em Adamantina se deparou com a dificuldade em pesquisar e escrever sobre a cidade vizinha, e a coluna foi interrompida no jornal.

Noite de autógrafos de "Breves ensaios sobre a história de Adamantina" (Divulgação).

Depois disso, no final de 2017, Tiago viu uma nova possibilidade, agora junto ao Portal Siga Mais, onde desde dezembro daquele ano ele publica semanalmente, sempre às segundas-feiras, na coluna Memória. Os textos levados ao público, na internet, agora compõem a coletânea impressa. “Semanalmente os temas eram entregues e publicados no site e nas redes sociais, alguns com uma pitada de ironia, às vezes polêmicos, engraçados, mas sempre evocando a nostalgia presente em cada um dele”, disse o autor. “Tentar trazer algo erudito, acadêmico, nunca foi minha pretensão. Imaginei desde o início algo mais simples e de fácil acesso a todos”, completou, ao falar sobre a característica do seu trabalho literário.

Para a produção dos textos, Tiago se apropriou de duas referências locais. Uma delas foi o livro “Jubileu de Ouro de Adamantina”, de Cândido Jorge de Lima, e “Reviver Adamantina”, de João Carlos Rodrigues. Além dessas duas referências, Tiago acessou dissertações, teses, artigos, fotos, entrevistas, recorres de jornais e vasculhou muitos lugares. “Mas devo dizer que existem ainda tantos outros que ainda não vi, mas quero”, destacou. Com essa fala, Tiago sinalizou o interesse em já produzir um segundo volume.

Tiago, a mulher Jamile e o primeiro filho do casal, que recebeu o nome do pai (Divulgação).

Ao final de sua exposição, Tiago conduziu uma sessão de homenagens, inicialmente aos professores Helena Nakatu, Hélio José dos Santos, Sérgio Barbosa e Neusa Balzanini, depois aos seus pais João e Maria, a por fim à sua mulher, Jamile, acompanhada do primeiro filho, Tiago.

Encerrada a sessão de discursos e homenagens, Tiago passou a autografar os livros, recebendo um a um. Em seguida foi servido um coquetel na recepção do Anfiteatro. 

O autor

Tiago Rafael dos Santos Alves é graduado em história, pedagogia e gestão ambiental, é pós-graduado em libras e em maçonologia. Recebeu diversas premiações em trabalhos acadêmicos e literários, como autor e orientador. Atualmente escreve para vários sites, incluindo o Portal Siga Mais.

Como professor, atuou em diversas unidades escolares da Rede Estadual de Educação de São Paulo, onde também já atuou em diversas funções. Também é professor de história do direito na Faculdade de Direito da Alta Paulista (FADAP) em Tupã e recentemente foi empossado como membro correspondente da Academia Caratinguense de Letras.  No campo literário, participou de diversas antologias, algumas delas provenientes de seleções em concursos literários.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais
Cinema