Cidades

Justiça afasta presidente da Câmara Municipal de Caiabu e o proíbe de entrar no prédio

Presidente da Câmara é alvo de investigação cm fortes indícios de atos criminosos.

Por: Da Redação | Com informações do G1 Presidente Prudente atualizado: 21 de abril de 2024 | 11h48
Presidente do legislativo de Caiabu, Rodrigo Souza Lopes, afastado por ordem judicial (Foto: Alesp). Presidente do legislativo de Caiabu, Rodrigo Souza Lopes, afastado por ordem judicial (Foto: Alesp).

Uma decisão do juiz da Vara Única da Comarca de Regente Feijó determinou o afastamento imediato do presidente da Câmara Municipal de Caiabu, Rodrigo Souza Lopes, popular “Rodrigo Kasquinha” (União Brasil).

A ordem judicial foi comunicada ao poder legislativo da cidade nesta sexta-feira (19). O afastamento ocorre sem prejuízo de subsidio, ou seja, ele continua a receber a remuneração. O parlamentar também está proibido pela Justiça de ingressar em quaisquer áreas do poder legislativo. As polícias militar e civil foram notificadas para fiscalizar o cumprimento da medida.

Publicidade

Dr. Paulo Tadeu Drefahl | Cirurgião Plástico
Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Rede Sete Supermercado

Em março passado a Câmara Municipal de Caiabu e dois estabelecimentos comerciais da cidade foram alvo de uma operação conjunta envolvendo a Polícia Civil, Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) e Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), em investigação sobre denúncia  de compras que seriam irregulares, feitas pelo poder legislativo local. A apuração tem como investigado o presidente da Câmara.

Busca e apreensão realizadas em março na Câmara de Caiabu (Cedida/PC).

Para apurar a denúncia foi instaurado pela Delegacia Seccional de Polícia de Presidente Prudente o inquérito policial requisitado pelo representante do Ministério Público da Comarca de Regente Feijó, tendo como lastro a denúncia da vereadora da Câmara Municipal de Caiabu, apontando irregularidades em aquisições de materiais diversos realizadas pela Casa Legislativa, que caracterizariam, em tese, possíveis crimes de peculato e contratação direta ilegal.  

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Cocipa - Hiper Cliente Feliz

De acordo com a Polícia Civil, as primeiras diligências realizadas confirmaram a existência dos delitos denunciados pela vereadora, mas necessitavam de uma melhor análise, o que motivou as medidas de busca e apreensão concretizadas em março passado, onde foram apreendidos documentos, computadores e aparelho celular, para análise dos seus conteúdos.

Publicidade

Shiba Sushi Adamantina
Cóz Jeans
P&G Telecomunicações

Publicidade

Insta do Siga Mais