Cidades

Eleitos os novos conselheiros tutelares de Adamantina

Novos conselheiros tutelares tomam possam em janeiro, para um mandato de quatro anos.

Por: Da Redação atualizado: 8 de outubro de 2019 | 10h02
Novos Conselheiros Tutelares eleitos em Adamantina (Fotos: Luan Nóbrega/Diário do Oeste). Novos Conselheiros Tutelares eleitos em Adamantina (Fotos: Luan Nóbrega/Diário do Oeste).

Durante todo o domingo (6) a população de Adamantina participou ativamente da eleição dos novos conselheiros tutelares de Adamantina. A votação é voluntária, porém a ampla mobilização dos 20 candidatos e a importância do tema, levaram 2.343 moradores de Adamantina à Emef Navarro de Andrade, local de votação. Os 20 candidatos receberam 6.147 votos, no total.

O movimento foi intenso durante todo o dia, onde as salas de aula foram preparadas para recepção aos cidadãos. A Justiça Eleitoral cedeu urnas de lona para votação manual, cabine de votação e relação dos eleitores de Adamantina.

As salas de aula foram organizadas de acordo com ordem alfabética dos nomes dos eleitores, e em diversos momentos do dia havia filas para votação. Por volta das 11h o tempo médio de espera, em algumas filas, era de 15 minutos.

Público foi orientado na entrada da escola, local de votação (Foto: Siga Mais).

Polícia Militar reforçou policiamento na região da escola (Foto: Siga Mais).

Em cada sala foi montada uma equipe com mesários, para identificação dos eleitores e fornecimento da cédula de votação. O voto é secreto e cada cidadão pôde escolher até cinco candidatos, marcando na cédula e depositando na urna.

Após o encerramento da votação as urnas foram lacradas e transportadas até o anfiteatro da Biblioteca Municipal, para apuração, aberta ao público.

Durante todo o dia os candidatos ao Conselho Tutelar de Adamantina puderam acompanhar o andamento da votação. Todo o processo eleitoral foi realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e apoio operacional e logístico da Secretaria Municipal de Assistência Social, fiscalizado pelo Ministério Público.

Fila para votar, durante a manhã (Foto: Siga Mais).

Votação ocorreu em salas de aula da escola (Foto: Siga Mais).

Do lado de fora da Escola, neste domingo de votação, o trânsito de veículos foi interrompido e equipes da Polícia Militar garantiram a segurança no local.

Conheça os eleitos em Adamantina

Após a apuração, realizada no anfiteatro da Biblioteca de Adamantina, foram conhecidos os cinco conselheiros tutelares eleitos, bem como a votação obtida por todos os candidatos.

Foram eleitos Jamile da Silva Tomaz de Aquino (532 votos), Valmira Alves Siqueira (497 votos), Tânia Lara Santo André Barbosa (494 votos), Cássia Regina Morini Gomes (483 votos) e Vagner Antônio Mantovani (395 votos). 

O resultado oficial da eleição será publicado em www.adamantina.sp.gov.br e na imprensa local, no dia 8 de outubro de 2019, de acordo com o edital. No dia 4 de novembro, os conselheiros eleitos passarão por capacitação e no dia 9 de janeiro de 2020 tomarão posse no gabinete do prefeito municipal para um mandato de quatro anos.

Conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), puderam se candidatar aos conselhos tutelares pessoas residentes no município, que tenham 21 anos ou mais e que sejam de “reconhecida idoneidade moral”.

O ECA estabelece mais de uma dezena de atribuições aos conselhos tutelares, entre elas “representar contra a violação de direitos” de crianças e adolescentes.

Veja o voto de cada candidato

Jamile da Silva Tomaz de Aquino: 532 votos (eleita)

Valmira Alves Siqueira: 497 votos (eleita)

Tânia Lara Santo André Barbosa: 494 votos (eleita)

Cássia Regina Morini Gomes: 483 votos (eleita)

Vagner Antônio Mantovani: 395 votos (eleito)

Natália Bozzo: 390 votos (suplente)

Adriana Dadamo Claudino: 371 votos (suplente)

Giuliano Sato de Oliveira: 347 votos (suplente)

Isabela Michelutti: 330 votos (suplente)

Cássia Melo Pavani: 283 votos (suplente)  

Vanessa Alcantara: 280 votos (suplente)

Luana Vicente Quevedo: 247 votos (suplente)

Sueli Mendonça: 246 votos (suplente)

Caroline Albuquerque: 240 votos (suplente)

Fernanda Arribamar Zanon: 218 votos (suplente)

Aurea Evangelista dos Passos: 207 votos (suplente)

Glaciele Beverari: 186 votos (suplente)

Amanda Bento Silva: 175 votos (suplente)

Fernanda Marinetto Brito: 125 votos (suplente)

Vanessa Ribeiro dos Santos Alonso: 101 votos (suplente)

Nulos: 4 votos

Total de votos: 6.147

Eleitores votantes: 2.343 (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Monalisa Adamantina
Tio Panda Adamantina
Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Haddad

Eleição unificada aconteceu em todo o Brasil

A eleição para os Conselhos Tutelares teve calendário unificado em todo o país, e o município de Adamantina precisou reorganizar sua legislação para atender às novas diretrizes nacionais. Assim, foram encaminhados projetos de lei à Câmara Municipal, que aprovou as alterações e permitiu a realização da eleição.

Em todo o Brasil, 30 mil conselheiros tutelares deverão ser eleitos para atuar em 5.956 conselhos tutelares.

Segundo o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, mais da metade dos conselhos estão em atividade nas regiões Nordeste (1.885 conselhos em 1.811 cidades) e Sudeste (1.830 conselhos em 1.668 municípios).

Na Região Sul funcionam 1.234 em 1.191 cidades. No Centro-Oeste, são 527 conselhos entre 466 municípios e 31 regiões administrativas do Distrito Federal. Na região Norte há 480 conselhos divididos em 420 municípios.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais