Cidades

Concessionária inicia implantação do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) na SP-294 em Adamantina

Estrutura do SAU, em Adamantina, foi instalada nas proximidades do bairro Jardim Adamantina.

Por: Da Redação atualizado: 26 de maio de 2020 | 21h53
Estrutura do SAU começou a ser instalada na SP-294, em Adamantina, pela concessionária Eixo SP (Foto: Siga Mais). Estrutura do SAU começou a ser instalada na SP-294, em Adamantina, pela concessionária Eixo SP (Foto: Siga Mais).

Foi iniciada a instalação da estrutura do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Adamantina. O módulo começou a ser montado nas proximidades do bairro Jardim Adamantina.

É a segunda movimentação de obras ligadas à concessão da rodovia na cidade. No mês passado foi instalada uma torre de transmissão na altura do acesso ao bairro rural Tucuruvi (reveja). A torre irá interligar a operação regional da concessionária.

O contrato de concessão da SP-294 e outras rodovias, inclusas no lote PiPa (Piracicaba/Panorama) foi assinado no dia 15 de maio último entre a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e a concessionária Eixo SP. O leilão de concessão ocorreu em janeiro passado. O consórcio vencedor pagou a outorga de R$ 1,1 bilhão e vai executar outros R$ 14 bilhões em investimentos ao longo dos próximos 30 anos.

São 1.273 quilômetros de vias concedidas. A extensão abrange 12 rodovias, passando por 62 municípios do Estado. O lote PiPa é composto pela malha de 218 quilômetros até então operada pela concessionária Centrovias, do Grupo Arteris, além do trecho operado pelo DER. Receberão investimentos trechos das rodovias SP-304, SP-308, SP-191, SP-197, SP-310, SP-225, SP-261, SP-293, SP-331, SP-294, SP-284 e SP-425.

O plano de modernização e obras inclui a construção de 600 quilômetros de duplicações e novas pistas (contornos urbanos). Também haverá faixas adicionais e vias marginais, obras que melhoram a fluidez, o escoamento da produção regional e a segurança viária. Serão implantados, ainda, acostamentos, novos acessos e retornos, recuperação de pavimento, passarelas e ciclovias. O projeto estabelece que a cada quatro anos sejam realizadas revisões que possam adequar novos investimentos nas pistas. Assim, poderão ser antecipados ou feitos novos investimentos, como duplicações e faixas adicionais de acordo com a avaliação de novas demandas. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

JVR Segurança
Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado

Pedágios

Os valores previstos para as praças de pedágio que serão instaladas no trecho entre Bauru e Panorama, da SP-294, variam de R$ 8,87 a R$ 4,63. Veja os valores previstos para tarifa cheia:

SP-294 | km 367 | Bauru: R$ 8,87

SP-294 | km 426 | Marília: R$ 8,00

SP-294 | km 477 | Pompéia: R$ 8,13

SP-294 | km 551 | Iacri: R$ 7,79

SP-294 | km 581 | Osvaldo Cruz: R$ 5,43

SP-294 | km 623 | Junqueirópolis: R$ 6,04

SP-294 | km 668 | Trecho Dracena - Panorama: R$ 4,63

As tarifas cheias poderão sofrer descontos progressivos, de acordo com o número de passagens pelas cabines automáticas de pedágio durante o mês, no mesmo sentido. No ponto mais caro, em Bauru, a tarifa cheia é de R$ 8,87. Para quem usar do pagamento automático pelo sistema Desconto para Usuário Frequente (DUF), no trigésimo dia do mês, por exemplo, a tarifa será de R$ 3,79. O valor diminui a cada dia, dentro do mês. Acesse aqui e veja o detalhamento das tarifas pelo DUF.

A Artesp explica que essa modalidade de desconto visa atender, principalmente, os munícipes da região que usam as rodovias diariamente. Além do desconto pelo DUF, está previsto desconto de 5% no valor nominal da tarifa para os pagamentos realizados nas cabines automáticas, com tag.

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais