Cidades

Câmara de Mariápolis afasta prefeito do cargo e instala Comissão Processante

Durante três meses Comissão Especial de Inquérito (CEI) apurou denúncia de morador.

Por: Da Redação atualizado: 6 de setembro de 2019 | 12h12
Prefeito Val Dantas é afastado do cargo, pela Câmara Municipal (Foto: Redes Sociais). Prefeito Val Dantas é afastado do cargo, pela Câmara Municipal (Foto: Redes Sociais).

Com a presença de oito dos nove vereadores da Câmara Municipal de Mariápolis, foi aprovada na noite desta quarta-feira (4) em sessão ordinária, por unanimidade entre os presentes, a instalação de Comissão Processante e a decretação do imediato afastamento do prefeito da cidade, Val Dantas (DEM). A sessão legislativa contou com a presença de muitos moradores da cidade.

Durante três meses uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) instalada pelo Poder Legislativo apurou possíveis irregularidades político-administrativas alusivas a uma denúncia apresentada pelo cidadão Reinaldo Cini.

O requerimento apresentado pelo morador listava possíveis irregularidades quanto a aquisição de bens e serviços pelo poder público municipal, chamando a atenção o volume de fios, tijolos e cimentos adquiridos. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Monalisa Adamantina
Clínica Savi
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança
Haddad

Durante a CEI, vários funcionários foram ouvidos, e em sua maioria não souberam justificar o volume de materiais adquiridos e onde foram utilizados.

O relatório final foi lido em plenário nesta quarta-feira (leia aqui) e concluiu opinando pela instalação da Comissão Processante (CP), a qual aceita por todos os presentes, ficando então constituída referida Comissão e Decretado o imediato afastamento do prefeito municipal.

Nesta quinta-feira (5) o presidente da Câmara Municipal de Mariápolis fará a comunicação oficial da decisão ao Ministério Público e Justiça Eleitoral da Comarca. A comunicação oficial ao próprio prefeito também deverá ocorrer ainda hoje.

Durante a CP, o prefeito afastado terá direito a ampla defesa e contraditório, de acordo com a legislação vigente.

O SIGA MAIS ouviu na manhã de hoje (5) o advogado que vai trabalhar na defesa do prefeito Val Dantas. Ele informou que ainda não teve acesso ao processo produzido pela CEI, o que será disponibilizado pelo legislativo – segundo informou – às 14h desta quinta-feira. Somente a partir do contato com a íntegra do processo, analisará quais medidas deverá tomar. A tendência é de que a defesa do prefeito ingresse judicialmente com pedido de liminar para retorno ao cargo.

Leia também: Ministério Público rejeita novamente denúncia contra prefeito de Mariápolis (Atualizado em 05/09/2019, às 17h39). 

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Auto Doc

 

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais