Cidades

Alcio Ikeda: O Podemos sempre buscará ocupar os espaços em que acreditar ser capaz de assumir

Vereador Alcio Ikeda recebeu a maior votação entre as 30 cidades da Nova Alta Paulista.

Por: Da Redação atualizado: 24 de novembro de 2020 | 15h42
Campeão em votos entre os candidatos a vereador, nas 30 cidades da Nova Alta Paulista, Alcio Ikeda se tornou o mais votado da história do legislativo adamantinense (Arquivo). Campeão em votos entre os candidatos a vereador, nas 30 cidades da Nova Alta Paulista, Alcio Ikeda se tornou o mais votado da história do legislativo adamantinense (Arquivo).

Com a maior votação da história do legislativo adamantinense, o vereador Alcio Ikeda (Podemos) foi reeleito para um novo mandado na Câmara Municipal. Nas urnas eletrônicas, ele recebeu 1.832 votos e se tornou, também, o vereador mais votado nas 30 cidades da Nova Alta Paulista, na faixa entre Herculândia a Panorama.

A expressiva votação é resultado da aprovação ao trabalho realizado no atual mandato e repercute, também, em responsabilidades ampliadas. Ele concorreu com outros 79 candidatos aptos. “Atribuo o resultado da minha eleição a todo cidadão que acredita em uma política nova e que aprovou um trabalho sério e honesto desenvolvido nestes quatro anos”, disse ao SIGA MAIS.

Além dos outros 79 oponentes que estavam na disputa pelas nove cadeiras da Câmara Municipal de Adamantina, outro concorrente, invisível, foi a projeção de alta abstenção, o que se consolidou nas urnas. Segundo a Justiça Eleitoral, 27.672 eleitores estavam aptos a votar na cidade, na eleição desde 15 de novembro. Desses, 18.725 eleitores foram às urnas e 8.947 deixaram de votar, alcançando uma abstenção de 32,33%.  “Ter a maior votação da região e da história de Adamantina em uma eleição em que muitos cidadãos não foram votar, representa, para mim, uma aprovação do meu mandato. Com isso, penso que devo manter minha postura de imparcialidade, independência e de transparência com a população”, reitera o vereador.

Ao longo do primeiro e atual mandato, Alcio se pôs como critico objetivo de determinadas demandas e posturas da administração municipal e do prefeito Márcio Cardim (DEM), e também reconheceu e aprovou, com seu voto, medidas positivas, de iniciativa do governo municipal. Com isso, tenta manter o equilíbrio e a razoabilidade, ao avaliar os temas que lhe foram apresentados no dia a dia da atividade parlamentar. Para o próximo mandato, sinaliza que deve repetir a fórmula. “Nunca usei e nunca usarei os termos "oposição" e "situação". Sempre me mantive independente, apoiando o que é bom e sendo contrário ao que é contrário ao interesse da população. Vou me manter da mesma forma”, avisa.

Pelo Podemos, além de Alcio foram eleitos novos vereadores Rafael Pacheco e Antônio Leôncio da Silva (Bigode da Capoeira). “É uma bancada com características naturais de questionamento e de representação da população. Os vereadores do Podemos também devem ter uma postura de independência frente ao Executivo”, diz.

Com três vereadores pelo Podemos, a legenda passa a ter um terço das cadeiras na Câmara, na mesma proporção que o DEM, partido do prefeito. O legislativo vai ter ainda dois vereadores do PV e um do PL. Alcio faz sua projeção de atuação nesse novo cenário. “Este será o meu segundo mandato como vereador e terei pela primeira vez a experiência de trabalhar com uma nova composição. Estarei à disposição para cooperar com os novos colegas nos trabalhos da câmara”, afirma. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Clínica Savi
Supermercado Godoy

Publicidade

Daiane Mazarin Estética
JVR Segurança
Rede Sete Supermercado

Desafios municipais

SIGA MAIS perguntou ao vereador sobre o cenário local, envolvendo Prefeitura e UniFAI, e considerando ainda o contexto diante da pandemia a pós-pandemia da Covid-19, e quais desafios estarão mais presentes nas políticas públicas locais. “O cuidado com a saúde pública é e sempre será prioridade de qualquer governo, mas um dos maiores desafios dos eleitos será a situação econômica do município. Será necessário buscar programas e medidas para amparar as empresas e o cidadão Adamantinense com muita criatividade”, pontuou.

Podemos, política e presidência da Câmara

Com o capital político endossado pela expressiva votação obtida nas eleições municipais e considerando a bagagem do primeiro mandato, Alcio é apontado com potencial para presidir a Câmara Municipal na próxima legislatura. Ele também se coloca interessado nesse projeto. “Pela minha votação, naturalmente, a própria população já me coloca como candidato a Presidência da Câmara. Assumo que tenho a pretensão de concorrer ao cargo e me sinto preparado para mais esse desafio, porém ainda não tenho uma definição se irei concorrer neste biênio ou no próximo (2023). Diálogos já se iniciaram e certamente continuarão nos próximos dias”, disse.

Alcio Ikeda, em sua posse, em 1º de janeiro de 2017, para o primeiro mandato (Foto: Coruja Comunicação).

Ele também sinaliza as estratégias do partido. “O objetivo do Podemos é o de melhorar Adamantina formando novas lideranças. O partido sempre buscará ocupar os espaços em que acreditar ser capaz de assumir, com muita responsabilidade, respeito e com muito trabalho e dedicação”, completa.

Fazendo história

Alcio aproveitou ainda para agradecer a votação obtida e a confiança depositada nele. “Agradeço a toda população de Adamantina pela confiança, em especial às 1832 pessoas que depositaram o voto de confiança em mim, aprovando meu trabalho por nossa cidade. Essa votação colocou meu nome na história da cidade, fazendo com quem eu me sinta no dever de devolver todo o meu trabalho e dedicação à Adamantina. A população Adamantinense pode sempre contar comigo”, finalizou.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais
Cinema