Cidades

Adamantina lança programa de apadrinhamento para crianças que residem em instituição de acolhimento

Projeto de apadrinhamento familiar “Multiplicando Afeto” será lançado nesta quinta-feira (28).

Por: Da Redação atualizado: 28 de novembro de 2019 | 09h17
O padrinho ou madrinha poderá proporcionar aos afilhados, vivências e momentos contínuos de amizade e afeto, tornando-se assim partes da vida uns dos outros (Imagem: Alesp). O padrinho ou madrinha poderá proporcionar aos afilhados, vivências e momentos contínuos de amizade e afeto, tornando-se assim partes da vida uns dos outros (Imagem: Alesp).

Acontece nesta quinta-feira (28) o lançamento do projeto de apadrinhamento familiar “Multiplicando Afeto”. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Assistência Social e Conselho Municipal dos direitos da Criança e Adolescente de Adamantina.

O evento de lançamento será às 19h30, no anfiteatro da Biblioteca Municipal, aberto ao público, com a apresentação do coral das crianças e adolescentes do serviço de convivência da Casa do Garoto e palestra com a assistente social Camila Brozulatto Fiochi Nunes, especialista na área da criança e adolescente.

O projeto de apadrinhamento familiar faz parte do Plano de Convivência Familiar e Comunitária e tem como objetivo oferecer para uma ou mais crianças, que residem em uma instituição de acolhimento a oportunidade de desenvolver vínculos afetivos, proporcionando-lhes companhia e trocas de experiências sem as mesmas implicações de um vínculo jurídico. O padrinho ou madrinha poderá proporcionar aos afilhados, vivências e momentos contínuos de amizade e afeto, tornando-se assim partes da vida uns dos outros. (Continua após a publicidade...)

Publicidade

Supermercado Godoy
Tio Panda Adamantina
Clínica Savi

Publicidade

Haddad
Daiane Mazarin Estética
Rede Sete Supermercado
JVR Segurança

Segundo nota à imprensa distribuída pela Prefeitura de Adamantina, o apadrinhamento afetivo é aquele que fará visitas regularmente o afilhado, buscando-o para passar finais de semana, feriados e/ou férias escolares na sua companhia. Trata-se apenas de proporcionar às crianças e aos adolescentes acolhidos experiências afetivas e de lazer que colaborem para um desenvolvimento social saudável.

Ainda segundo a nota, o apadrinhamento financeiro acontece quando a pessoa não tem condições de estabelecer vínculos afetivos com a criança ou com o adolescente, mas tem disponibilidade financeira e deseja ajudar. Este tipo de apadrinhamento poderá custear tratamentos médicos, pagamentos de escolas, cursos profissionalizantes ou de línguas, bem como poderá ser feito através de doações em formas de presentes ao afilhado.

Publicidade

Iogurtes Carolina

Publicidade

Dra Maria Gabriela Tiveron

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais