Tecnologia

Criando “sub-endereços” de e-mail no Gmail

Utilizando truque simples é possível ter infinitos endereços de e-mail que vão para a mesma caixa de entrada.

Carlos Schults | carlos@carlosschults.net Colunista
Carlos Schults | carlos@carlosschults.net
(Foto por Dimitri Karastelev em Unsplash). (Foto por Dimitri Karastelev em Unsplash).

No artigo de hoje, eu trago uma dica bastante simples aos usuários do serviço grátis de e-mail do Google, o Gmail.

Utilizando o truque simples que vou ensinar hoje, você consegue ter infinitos endereços de e-mail que vão para a mesma caixa de entrada.

Não ficou muito claro? Não tem problema. Vou fazer assim: primeiro eu ensino como o truque funciona. Depois, eu explico algumas das maneiras nas quais ele pode ser útil. Vamos lá.

Criando sub-emails com o sinal de mais (+)

O uso desse truque é bastante fácil de entender. Funciona assim: o Gmail ignora tudo o que vem antes da arroba e após um sinal de mais. Exemplo: imagine que seu endereço do Gmail seja luke.skywalker@gmail.com. Os endereços a seguir são todos equivalentes:

luke.skywalker+hanshotfirst@gmail.com

luke.skywalker+theempiredidnothingwrong@gmail.com

luke.skywalker+qualquercoisa@gmail.com

luke.skywalker+testando123@gmail.com

Para demonstrar, eu criei um endereço no Gmail só para escrever esse artigo. O endereço é sigamais.tech@gmail.com.

Vou enviar, a partir do meu e-mail pessoal, um e-mail para esse endereço:

Aqui estão os detalhes do endereço:

Ok. Eu enviei um e-mail para sigamaistech@gmail.com, o qual chegou corretamente ao seu destino. Até aí nada demais.

Agora, vou fazer outro teste, enviando um e-mail para sigamaistech+aquipodeterqualquercoisa@gmail.com. Será que funciona?

Como previsto, o e-mail chegou normalmente:

E aqui vemos a confirmação do endereço:

Usando esse truque, você pode criar quantos “apelidos” quiser para o seu endereço do Gmail. As mensagens recebidas irão parar na sua caixa de entrada normalmente.

Tá, mas...e aí? Qual a utilidade disso?

Facilitar a criação de filtros

Um dos benefícios mais interessantes desse pequeno truque é facilitar a criação de filtros. Por exemplo: ao fazer cadastros em sites, ao em vez de fornecer seu e-mail normal (exemplo: seunome@gmail.com), você pode fornecer seunome+cadastros@gmail.com.

No Gmail, você pode criar um filtro para redirecionar todos os e-mails enviados para seunome+cadastros@gmail.com para uma pasta ou categoria específica, deixando a sua caixa de entrada apenas com as mensagens importantes.

Se você não sabe entende nada sobre criação de filtros no Gmail, não se preocupe: vou abordar esse tema em algum dos próximos artigos.

Criar uma nova conta com o mesmo e-mail já usado anteriormente

Às vezes, por alguma razão, a gente precisa criar uma conta em algum site no qual já tínhamos uma conta. Talvez você tenha perdido seu acesso de uma maneira irreversível. Ou quem sabe, você queira aproveitar novamente o período de avaliação gratuito de algum serviço que você já tenha usado antes. Sem julgamentos!

O problema é que geralmente tais serviços não permitem a criação de uma conta com um endereço de e-mail já utilizado. Mas agora você já sabe: podemos usar o truque do sinal do + para “enganar” o serviço em questão. Para os fins do cadastro no site, os endereços serão considerados diferentes (afinal de contas, “seunome@gmail.com” e “seunome+algumcadastro@gmail.com” não são dois textos idênticos.

Do ponto de vista do seu Gmail, é apenas um apelido e tudo vai para a mesma caixa de entrada.

Proteger seu endereço de e-mail

Às vezes, você quer fazer algo online—por exemplo, baixar um e-book—e o site solicita seu endereço de e-mail. Eles provavelmente vão entupir sua caixa de entrega com propagandas ou outras inutilidades.

Com o uso do truque que mostrei nesse artigo, você pode manter sua caixa de entrada limpa. Basta fornecer um “apelido” para o site que solicitar seu endereço. De volta ao seu Gmail, crie um filtro para o apelido que você solicitou, e envie todos os e-mails diretamente para a caixa de spam (ou para a lixeira, o arquivo ou qualquer outro destino que você queira.)

Outro benefício dessa tática é identificar quando sites vazam seu endereço de e-mail. Se você usou um desses apelidos para se cadastrar em um site específico, e logo após começar a receber e-mails endereçados a este apelido, porém vindos de outro remetente, significa que o site de alguma forma repassou seu endereço para terceiros.

Existe uma outra opção ainda mais eficaz para proteger seu endereço de e-mail: o uso de um e-mail temporário. No final do artigo eu explico como faz.

Criar múltiplas chaves no pix com o mesmo e-mail

O último item em nossa lista é provavelmente o uso mais interessante desta técnica: a criação de chaves no Pix.

Como você provavelmente já deve saber, o Pix é o novo sistema eletrônico de transferência de dinheiro do Banco Central, que veio para substituir o TED e o DOC. O Pix é mais rápido, funciona initerruptamente, e é gratuito para pessoas físicas. Mas sua vantagem mais interessante é o conceito das chaves.

Cada usuário do Pix pode cadastrar até 5 chaves junto aos bancos nos quais tem conta. No caso de pessoas físicas, as chaves podem ser o CPF, número de celular, e-mail, ou uma chave aleatória. Para receber dinheiro, basta informar a chave, ao invés de ter que passar todos os dados bancários como se fazia até então. É mais seguro, prático, e diminui bastante o risco de erros.

E como o truque do Gmail entra nessa história? Simples: digamos que você tem conta em diversos bancos, e queira cadastrar o e-mail como chave do Pix em cada um deles. Você vai ficar criando um endereço de e-mail para cada? Pode ser...mas é muito melhor usar o truque que eu ensinei hoje, criando um “apelido” para cada banco: seunome+itau@gmail.com, seunome+nubank@gmail.com, e assim por diante.

Só um adendo: ouvi dizer que alguns bancos não aceitam endereços de e-mail com o sinal de +. No caso do Itaú e Nubank, eu já testei e posso confirmar que funciona.

Conclusão

No artigo de hoje, eu ensinei como usar um truque pouco conhecido do Gmail: ao adicionar um sinal de adição (+) logo antes da arroba, você pode acrescentar qualquer texto que o Gmail ignora. Assim, você pode criar infinitos “sub-endereços”, “endereços virtuais”, “apelidos”, ou como queira chamar.

Infelizmente, essa técnica não é infalível. Existem certos sites e serviços que acusam o endereço de ser inválido caso ele contenha um sinal de mais ou outro caractere diferente de letras, números, pontos e underscore. Mas vale a tentativa.

E como prometido, antes de finalizar o artigo, vou explicar como usar um e-mail temporário/descartável para realizar tarefas rápidas ou cadastro em sites no qual vocês não confiam muito.

É bem fácil: acesse https://temp-mail.org. Alternativamente, procure por “e-mail temporário” no Google. É o primeiro resultado. Ao acessar o site, você verá uma imagem assim:

Basta copiar o endereço e utilizá-lo nos sites ou cadastros que deseja. Caso seja necessário, algum tipo de confirmação, a caixa de entrada será atualizada com o e-mail enviado pelo serviço. Lembre-se, porém, que este endereço é temporário e descartável. Você não pode utilizá-lo para atividades que requerem que você cheque o e-mail com frequência posteriormente.

Pessoal, por hoje é só. Nos próximos artigos, vou continuar com o tema de e-mail. Vou ensinar sobre filtros, técnicas de busca avançada no Gmail, e muito mais. Caso você tenha qualquer dúvida, sugestão de tópico, ou qualquer outro assunto, basta entrar em contato no meu e-mail: carlos@carlosschults.net.

Obrigado pela leitura, e até a próxima!

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Cinema
Insta do Siga Mais