Tecnologia

A importância do inglês para o profissional de tecnologia

Domínio do inglês pode ser tão transformador na vida de profissionais de tecnologia.

Carlos Schults | carlos@carlosschults.net Colunista
Carlos Schults | carlos@carlosschults.net
A importância do inglês para o profissional de tecnologia

Há alguns anos, escrevi um artigo em meu blog pessoal abordando um tema polêmico entre desenvolvedores de software no Brasil: ao programar, devemos usar português ou inglês para nomear nossas classes, variáveis, funções e outros artefatos no código?

Este artigo acabou se tornando uma das páginas com maior engajamento em meu site, e me fez perceber o interesse que existe em torno desse tema. Depois do artigo original, escrevi mais dois, com dicas para desenvolvedores aprenderem inglês por conta própria.

Infelizmente, existem muitos mitos relacionados ao aprendizado do inglês. Nesse artigo, eu pretendo derrubar alguns desses mitos, ao mesmo tempo em que explico porque o domínio do inglês pode ser tão transformador na vida de profissionais de tecnologia.

Vamos lá!

Por que precisamos aprender inglês e eles não precisam aprender português?

Uma dúvida muito comum entre desenvolvedores e pessoas em geral interessadas no inglês é a seguinte: por que nós precisamos aprender o idioma deles e eles não precisam aprender o nosso? Isso não é injusto?

Bem, justo de fato não é, mas é assim que as coisas são. Nessa seção, vou explicar os motivos pelos quais estudamos inglês na escola e os americanos não estudam português.  Ao final desta parte, você não apenas verá que isso faz sentido, mas ficará feliz que a língua que precisamos aprender é o inglês e não outra muito mais complexa.

É benéfico que exista uma língua franca

A primeira coisa que você precisa entender é que o inglês é atualmente aquilo que chamamos de língua franca. Língua franca é aquela que utilizamos para que a comunicação seja possível em um grupo de pessoas de várias nacionalidades.

Vou dar um exemplo prático e real. Eu trabalho como escritor técnico para uma empresa americana chamada Hit Subscribe. A empresa funciona de maneira 100% remota e possui autores de diversos países. A maior parte dos autores é dos Estados Unidos, mas também há pessoas da Venezuela, Espanha, Alemanha, Bélgica, África do Sul, e provavelmente outros lugares que não me recordo agora. Qual é o idioma no qual nos comunicamos? Se você disse inglês, acertou. Aqui está um vídeo onde eu entrevisto o fundador e CEO da empresa, Erik Dietrich.

Seria impraticável que todos aprenderem os idiomas de todos. É muito melhor todos falarem apenas um idioma. Esse é o conceito de língua franca.

Tivemos muitas línguas francas durante a história

Ao longo da história, muitos idiomas foram língua franca em determinados períodos e regiões do mundo.

Durante muitos séculos, o latim era a língua da ciência e educação na Europa. O famoso livro Principia Mathematica de Sir Isaac Newton, foi publicado em latim, mesmo o autor sendo inglês. Hoje em dia, a linguagem da ciência é o inglês, porém ainda vemos resquícios da época em que o latim dominava: os nomes de espécies de seres vivos são em latim, assim como os nomes dos elementos na tabela periódica.

O inglês é a língua franca atual

O inglês é a língua franca atual, e a razão para isso deveria ser óbvia: a enorme influência cultural, militar e econômica que os Estados Unidos exercem sobre o mundo.

É importante que esse ponto fique bem claro: o inglês é a língua franca da ciência, tecnologia, artes e negócios não por causa de nenhuma característica intrínseca do idioma e sim devido ao “poder” dos Estados Unidos. Ou seja, não é que o inglês seja mais bonito, mais interessante, ou melhor que outros idiomas em qualquer aspecto e tenha sido escolhido como língua franca por causa disso.

Se a maior potência mundial fosse a Espanha, a língua franca seria possivelmente o espanhol. Se o Brasil fosse a maior potência mundial, as pessoas nos outros países teriam que aprender o português e nós não teríamos esse trabalho.

É melhor que seja inglês do que árabe

Esse é um ponto que talvez seja um pouco polêmico, mas eu preciso falar: o inglês não é nem de perto tão difícil quanto a maioria das pessoas pensam. Sim, é desafiador aprender um outro idioma – qualquer idioma.

Porém, existem idiomas muito mais difíceis do que o inglês. Um exemplo óbvio seriam os idiomas que exigem um sistema de escrita diferente, como o russo, o árabe, japonês ou o chinês.

O inglês na indústria da tecnologia

Eu espero ter convencido você de duas coisas. Primeiro, de que é útil que exista uma língua franca. Segundo, de que é melhor que seja o inglês do que outro idioma muito mais difícil.

OK, deve ter ficado claro que o inglês é importante em geral, mas por qual motivo ele é tão importante para profissionais da área da tecnologia?

As linguagens de programação são em inglês

Desenvolvedores de software usam linguagens de programação para criar os programas e aplicativos que todos usam em seus computadores, celulares e tablets.

Em sua imensa maioria, essas linguagens são em inglês.

Pode parecer pouca coisa, mas o simples fato de saber inglês facilita a vida do desenvolvedor. Ao ver uma função chamada “Append”, quem sabe inglês imediatamente já sabe que se trata de uma função que acrescenta algo (por exemplo, adiciona um novo item ao fim de uma lista.) Quem não sabe inglês, precisa buscar em alguma outra fonte.

Livros técnicos, documentação e manuais

Quem é a da área da tecnologia precisa estar estudando continuamente. Infelizmente, é difícil encontrar recursos de qualidade em português. Livros técnicos raramente são traduzidos. Quando são, demora muitos anos e a qualidade da tradução não é boa.

Documentação de frameworks, bibliotecas e outras ferramentas às vezes são traduzidas de maneira voluntária pela comunidade. Eu mesmo contribuo com a tradução de um livro chamado Pro Git, que ensina como utilizar o Git, uma ferramenta de versionamento de código. No entanto, por depender de voluntários, tais esforços de tradução costumam ser lentos.

Quem sabe ler em inglês não fica à mercê de tradutores, podendo ir direto na fonte. Esses profissionais, portanto, saem na frente da concorrência quanto o assunto é o aprendizado e constante evolução.

Palestras e cursos em vídeo

E quem consegue não apenas ler mas também entender o inglês falado? Essas pessoas têm uma vantagem enorme, já que podem assistir palestras, vídeo aulas gratuitas no Youtube, e mesmo cursos pagos em sites como Udemy, Skill Share e PluralSight.

Conclusão

Quando profissionais da tecnologia – principalmente iniciantes – me perguntam o que devem fazer para que suas carreiras evoluam para o próximo nível, minha resposta é sempre a mesma: aprenda inglês.

O inglês é uma chave que abre muitas portas na vida profissional. Isso é verdade para a maioria das carreiras. Porém, é particularmente importante para profissionais de TI.

Você é profissional de TI e sente dificuldade em evoluir o seu inglês? Envie um e-mail para carlos@carlosschults.net e eu talvez possa ajudar você.

Obrigado pela leitura, e até a próxima.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Cinema
Insta do Siga Mais