Memória

Você se lembra Centro Social Urbano - CSU?

Uma breve relato sobre a criação do CSU em Adamantina.

Tiago Rafael Colunista
Tiago Rafael
Antigo Centro Social Urbano (CSU), em obras. Espaço foi um marco em serviços de lazer e recreação para a comundiade (Reprodução). Antigo Centro Social Urbano (CSU), em obras. Espaço foi um marco em serviços de lazer e recreação para a comundiade (Reprodução).

“Uma mudança deixa sempre patamares para uma nova mudança.”

Maquiavel

* * *

Em meio a quarentena dos atuais tempos obscuros pós-coronavirais, temos visto por aqui e ali que a “carreatas” tem ganhado espaço e com elas, alguns “gatos pingados” sem “eira e nem beira”. Mas, vamos ao que interessa, pois parece que o barco (ou melhor, a Brasília) está afundando, ou (des) MOROnando do lado de lá. Vai saber! Sem querer “meter o bedelho” na política, mas já o fazendo... Depois de alguns discursos “sem pé e nem cabeça”. É nesse momento que recordo do saudoso Chacrinha e de sua célebre frase: “Eu não vim para explicar, eu vim para confundir!” Ou quem sabe Chicó: “Não sei! Só sei que foi assim!”

Infelizmente, a minha ou a sua indignação de nada servirá agora! No final das contas, “eles” se entendem e “nós” ficamos à deriva! Mas... Tratemos de coisas boas! Esta semana, ao dar uma olhada em alguns arquivos e livros de minha estante, acabei localizando um exemplar da Revista VOX, e em uma de suas matérias, assinada por Augusto Santos, versava sobre o saudoso ex-prefeito Gildomar Pax Pedroso e uma de suas obras, o Centro Social Urbano (CSU).

Ex-prefeito de Adamantina Gildomar Pax Pedroso (Reproduçao). 

Se você nasceu em fins da década de 1990, provavelmente não se lembrará dele. Mas para os “mais velhos”, como eu. Era muito comum, até pela proximidade com a minha casa, as idas a tal espaço. Atualmente, este é ocupado pelo Centro Universitário de Adamantina (UNIFAI), como campus III.

Segundo se relata na referida matéria, o CSU fora inaugurado em 31 de janeiro de 1982, e com seu amplo espaço, diversas atividades eram oferecidas à comunidade. Quadras, campos, piscinas, cursos de capacitação, além de festividades diversas, em especial o Carnaval e os Bailes para a “turma da melhor idade”. Se não me engano, até a Banda Marcial realizava seus ensaios lá!

Fato curioso em relação a tal espaço, é que o mesmo recebera posteriormente, o nome do então vice-prefeito de sua Administração, o Sr. Benedito Octávio Guizelini, que também ocupara o cargo de prefeito, em virtude da renúncia do Sr. Gildomar, pois o mesmo se candidatara a Deputado Estadual na época.

CSU, em obras (Reproduçao). 

Atualmente, muito pouco de sua arquitetura original fora preservada. Em virtude de seu uso acadêmico, salas e espaços foram adequadas aos cursos ali ofertados. No entanto, em alguns lugares ainda permanecem as placas referentes à inauguração de tal espaço.

Enfim, a nós que um dia já usufruímos de tal espaço, ficam as recordações e as lembranças do saudoso Centro Social Urbano – Benedito Octávio Guizelini. Ave Gildomar!

Tiago Rafael dos Santos Alves

Professor, Historiador e Gestor Ambiental

Membro Correspondente da ACL e AMLJF

tiagorsalves@gmail.com

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais