Memória

Quem foi Ada? A mulher que deu nome à cidade de Adamantina

Um breve relato sobre uma das maiores dúvidas da cidade de Adamantina.

Tiago Rafael Colunista
Tiago Rafael
Quem foi Ada? Será que ela existiu? (Imagem: Ilustração). Quem foi Ada? Será que ela existiu? (Imagem: Ilustração).

 “A história é a essência de inúmeras biografias..”

Thomas Carlyle

* * *

Dias atrás em uma de minha aulas, um dos alunos questionou o motivo de algumas denominações de algumas das cidades de nossa região. O mais curioso é que poucas pessoas sabem o real motivo do nome da terrinha.

Pois bem, vamos aos fatos! Os paulistas tem o costume de denominar as regiões com o nome das Companhias Ferroviárias que os cruzam. Isso pode ser constatado com a região da Sorocabana, Mogiana, Noroeste e no nosso caso com a Paulista (Companhia Paulista de Estradas de Ferro – CPEF).

Muitas dessas Companhias possuíam subsidiárias que, conhecendo o futuro traçado da ferrovia, tinham como propósito a venda dos lotes e glebas, além de ser a responsável pela colonização do local. Foi o que ocorreu com a terrinha. A Companhia de Agricultura, Imigração e Colonização – CAIC, era uma das subsidiárias da CPEF.

Nesse sentido, diversas foram as cidades constituídas dessa forma. Mas, um dos critérios a ser adotado pela CPEF chamava a atenção, eles adotavam a denominação das estações e paradas em ordem alfabética, como fora feito de Alba até a Zona da Mata (atual Lucélia). Havia a necessidade de uma nova sequência alfabética e com o gênero feminino.

A denominação pensada foi de ADA + AMANTÍSSIMA, o que viria a se tornar posteriormente Adamantina. Mas, o mais curioso de tudo isso é motivo do nome. Segundo narra o Prof. Cândido em seu livro, Ada era uma pessoa “ligada” a um dos diretores da ferrovia. Bem diferente do que muitos apontam, que está relacionada ao “diamante”.

O que mais me chamou a atenção nisso tudo, é que ninguém até hoje (pelo menos que eu saiba) ouviu falar, ou sequer conheceu a tal Ada. Fico a me perguntar se ela ao menos um dia, soube da tal homenagem a ela dispensada.

A nós da história, cabe ao menos suscitar o questionamento: Quem foi Ada? Será que de fato existiu? Ou talvez não quiseram que ela fosse descoberta? Enfim, seja qual for o nome da terrinha, curiosidades daqui ou dali irão surgir, sobre isto ou aquilo, algumas com respostas e outras nem tanto.        

Tiago Rafael dos Santos Alves é historiador. Acesse aqui seu perfil.

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Youtube