Memória

Ponderosa, Gato Negro e Pilares? Quem já foi sabe. Quem não foi, perdeu!

Relambrando alguns estabelecimentos comerciais de Adamantina.

Tiago Rafael Colunista
Tiago Rafael
Restautante Ponderosa, no trevo de Adamantina: uma referência para a época (Arquivo). Restautante Ponderosa, no trevo de Adamantina: uma referência para a época (Arquivo).

 “O passado não reconhece o seu lugar: Está sempre presente...”

Mario Quintana.

* * *

Dias atrás, acabei escrevendo um breve relato sobre algumas lembranças do famoso Kero-Kero Pastel. E claro, a repercussão foi imediata. Li cada uma das postagens, uns pediam a volta do estabelecimento, outros compartilhavam suas memórias e alguns ainda queriam as receitas dos deliciosos pastéis.

Acredito que esse é um dos principais papéis da história, relembrar aquilo que muitos já se esqueceram ou nem conhecem. Nesse sentido, algumas pessoas me encontravam na rua ou nas redes sociais, surgiam com nomes de outros estabelecimentos, histórias e causos, vivenciados aqui e ali.

E em conversa com meu amigo João Carlos (Joãozinho do IBGE), estávamos recordando quantos estabelecimentos comerciais marcaram presença aqui na terrinha. Logo vieram nomes dos principais restaurantes e lanchonetes que frequentávamos.

Restarante Ponderosano trevo de Adamantina, em 1968 (Livro Reviver Adamantina, de João Carlos Rodrigues).

Na memória de muitos moradores ficarão nomes de Restaurantes como: Ponderosa, Pilares, Bambulândia, Barracão, entre outros. Mas, é claro que outros tantos também fizeram história por aqui, quem não se lembra do Gato Negro, do Papa-Tutti, do Pingo de Ouro, do lanche do Patrãozinho (Esse era bom demais!) e das Sorveterias Katu, Kuka Fresca, do Cacaueiro (onde os office-boys “matavam” serviço escondidos), para os mais novos tinha o Cyber (foi uma febre na terrinha) entre tantos outros que as atuais gerações nunca ouviram falar.

Quando comecei a trabalhar, me lembro dos inúmeros ingressos que vendíamos para festas que ocorriam no Sub-Zero, no Botechno, no Galpão e até mesmo na extinta Boate Aurea. De fato, a terrinha já contou com vários lugares que marcaram épocas e períodos específicos de sua história. E hoje sequer são lembrados.

Restautante Ponderosa (Arquivo).

Enfim, inúmeros foram os lugares que despertam as nossas lembranças e é claro que, tantos outros lugares foram lembrados, no entanto se fôssemos ao menos mencioná-los, uma página nos seria curta. E como nossa ideia é outra, por aqui cabe apenas a nostalgia e quem sabe, fazer como outrora, compartilhar as histórias, as lembranças e as boas recordações que nestes lugares um dia vivenciamos. Quem foi, sabe! Quem não foi, pelo menos aprendeu!

 Tiago Rafael dos Santos Alves

Professor, Historiador e Gestor Ambiental

Membro Correspondente da ACL

Publicidade

Cinema
Clinica Lu Applim

Publicidade

Insta do Siga Mais