Memória

Lembranças de outrora: as chegadas do Papai Noel

Um breve relato sobre as chegadas do Papai Noel em Adamantina.

Tiago Rafael | Professor, historiador e gestor ambiental Colunista
Tiago Rafael | Professor, historiador e gestor ambiental
Chegada do Papai Noel em Adamantina, 2012. Móbile humano no Parque dos Pioneiros  (Acervo Pessoal/Cedida). Chegada do Papai Noel em Adamantina, 2012. Móbile humano no Parque dos Pioneiros (Acervo Pessoal/Cedida).

“Ainda que se percam outras coisas ao longo dos anos, mantenhamos o Natal como algo brilhante. Regressemos à nossa fé infantil.”

Grace Noll Crowell

Recentemente, em uma de minhas idas ao comércio local, entre uma esquina e outra da terrinha, tudo parece ter voltado à normalidade, ou talvez como dizíamos em outrora, “um novo normal”. Pois bem, em meio a tal “normalidade” cabe destacarmos o quão “eficaz” tem sido a vacinação contra a Covid-19 em nossas vidas. Basta dar uma breve olhadinha nos números! Só não vê, quem não quer!

Bom, mas prossigamos... Em meu último texto, destaquei algumas das mudanças ocorridas no “Centro Empresarial”, e por sinal muitos ex-colegas de trabalho também destacaram inúmeros outros pontos e lembranças acerca deste local, alguns deles que eu nem me lembrava... A ideia é esta! Suscitar as memórias de outrora!

Chegada do Papai Noel em Adamantina, 2012 (Acervo Pessoal/Cedida).

E por falar em lembranças, e destacando que ainda estamos em clima natalino, vale destacar algumas manifestações ocorridas em tal período, em especial as “Chegadas do Papai Noel”, que marcam o início das festividades e o acendimento das luzes e afins na cidade.

A mais de uma década isso vem ocorrendo por aqui, desde 2006. O que de certa forma, já marca o cenário cultural da terrinha. É muito interessante o clima de curiosidade, que se instala na terrinha, não só as crianças, como também os adultos, se dividem sobre os palpites de como o Bom Velhinho chegará.

Chegada do Papai Noel em Adamantina, 2012 (Acervo Pessoal/Cedida).

E se você não se lembra, o Papai Noel já desceu de rapel pelo prédio da Prefeitura, ficou entalado em uma Chaminé (e foi resgatado pelos Bombeiros), chegou de triciclo e de Camaro amarelo, de paraquedas, com o trenzinho do IAMA, já foi guinchado, de carro antigo, enfim... Foram inúmeras as chegadas do Bom Velhinho na terrinha... Cada qual a sua maneira, encantando a todos!

Chegada do Papai Noel em Adamantina, 2011. Ballet Vertical no Paço Municipal  (Acervo Pessoal/Cedida).

Como diria um velho amigo: “A César, o que é de César!” Aos idealizadores de tal iniciativa, diga-se a Secretaria de Cultura e Turismo do Município, na época sob a responsabilidade do Acácio e do Hic, os nossos parabéns! E claro, os nossos parabéns também se estendem a atual Gestão, do Sérgio! É sempre bom, ver algo que deu tão certo, ter continuidade!

A todos vocês que acompanham esta coluna, e novamente lembrando que ainda estamos no Natal... Um Feliz Natal e ótimo 2022!

Tiago Rafael dos Santos Alves

Historiador – 0000486/SP

Mestrando PPGG-MP - FCT/UNESP

Membro correspondente da ACL e AMLJF

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais