Memória

Do Adamantina Clube ao Adamantina Tênis Clube

Uma curta história sobre o surgimento do Adamantina Tênis Clube (ATC).

Tiago Rafael Colunista
Tiago Rafael
Sede do ATC, onde hoje funciona o Tiro de Guerra de Adamantina (Arquivo). Sede do ATC, onde hoje funciona o Tiro de Guerra de Adamantina (Arquivo).

Dias atrás, em uma fala com os Atiradores da Turma de 2019, comentávamos sobre a história do atual prédio do TG-02-080, atualmente denominado Cabo Marcílio Luiz Pinto. Para nossa surpresa, muitos deles sequer sabiam que o prédio em questão já abrigara o Adamantina Clube - AC. Diante disso, me propus a dar uma consultada nos relatos e fontes encontradas. Pois bem, encontrei algo! Vamos aos fatos!

Festa de carnaval na década de 50, no ATC, atual sede do Tiro de Guerra (Arquivo).

Carnaval na década de 60, no ATC, hoje sede do Tiro de Guerra (Arquivo).

Matinê em 1982 (Arquivo).

Segundo relata o Prof. Cândido Jorge de Lima, “em 1950, as famílias adamantineneses e principalmente os jovens, não tinham um local próprio para reuniões, festa de aniversários, casamentos, bailes e outros atos sociais.” Muitos festejos eram realizados em prédios recém construídos das máquinas de beneficiamento de grãos.

Assim, em 15 de março de 1950, por iniciativa do médico Francisco Nogueira de Oliveira e do Sr. Manoel da Silva Passos, funda-se o Adamantina Clube-AC. E dessa forma, títulos patrimoniais do clube, no valor de mil cruzeiros, passam a ser vendidos.

Bloco do Sapo, em 1979 (Arquivo).

Bloco do Samba, em 1981 (Arquivo).

Diversos foram os festejos realizados no Adamantina Clube-AC, que ocupava até então o prédio do atual Tiro de Guerra. Mas, como surgiu o Adamantina Tênis Clube-ATC?

A terrinha também contava com a Associação dos Bancários de Adamantina-ABA, que por sua vez também necessitava de uma sede, aliado ao fato de que o Adamantina Clube-AC também ansiava por aumentar o seu quadro social, daí surgindo a ideia de fundir os dois clubes. Tal fusão só viera a ocorrer em 1962, com a eleição de sua 1ª Diretoria.

Equipe da Rádio Brasil, em destaque Fauser Santos, João Vaz Pinto, Luiz de Oliveira (Ita), João Lopes e Capi & Sua Orquestra (Arquivo).

Baile carnavalesco no ATC, em fevereiro de 1960, no espaço onde hoje é o Tiro de Guerra (Arquivo).

Bloco carnavalesco em 1971 (Arquivo).

Daí pra frente a história já é por todos conhecida. Vieram as ampliações e as mais diversas construções de suas praças esportivas. Ah... E claro, as suas inúmeras festas que marcaram as mais diferentes gerações. Se você tem mais de 30 anos, provavelmente se lembrará, dos famosos bailes e festas realizados por lá (Quem lembrar, pode comentar!!!). Anos mais tarde, o prédio que abrigava o Adamantina Clube-AC, foi entregue à Prefeitura de Adamantina, abrigando até os dias atuais o Tiro de Guerra local.

Construção de piscina no ATC, no atual espaço (Arquivo).

Piscinas do ATC, no atual espaço (Arquivo).

Construção de piscina infantil no ATC, no atual espaço (Arquivo).

Enfim, se aqui ou ali, com este nome ou outro, para a história cabe o relato, mesmo que pequeno, sobre algumas das principais construções, associações e lugares de entrenimento da terrinha. Ao Adamantina Tênis Clube-ATC a nossa singela homenagem!

 

Tiago Rafael dos Santos Alves

Professor, Historiador e Gestor Ambiental

Membro Correspondente da ACL e AMLJF

tiagorsalves@gmail.com

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais