Memória

A Sociedade São Vicente de Paulo, Adamantina e sua história

Um breve relato sobre a história da Sociedade São Vicente de Paulo em Adamantina.

Tiago Rafael Colunista
Tiago Rafael
Cândido Jorge de Lima, Miguel Borro, Anísio Neder, Monsenhor Geraldo Magela, Dom Hugo Bressane de Araújo, Francisco Dário Toffoli, Jamil de Lima, Irmão Lasssalista e Divino Clemênio da Silva (Reprodução: Livro Jubileu de Ouro de Adamantina/Cândido Jorge de Lima). Cândido Jorge de Lima, Miguel Borro, Anísio Neder, Monsenhor Geraldo Magela, Dom Hugo Bressane de Araújo, Francisco Dário Toffoli, Jamil de Lima, Irmão Lasssalista e Divino Clemênio da Silva (Reprodução: Livro Jubileu de Ouro de Adamantina/Cândido Jorge de Lima).

“O sinal da juventude talvez seja uma extraordinária vocação para as felicidades fáceis.”

Albert Camus

***

Aos amigos Vicentinos dedico!

***

No último sábado (31), em uma breve visita a sede da Sociedade São Vicente de Paulo¹ acabei encontrando uma cópia da Ata de fundação da referida associação. É claro que a mesma se mostrava amarelada com o passar do tempo, no entanto pude constatar a quantas décadas os vicentinos atuam na terrinha.

A Sociedade São Vicente de Paulo fora fundada no dia 18 de outubro de 1953, por uma iniciativa do então vigário da Paróquia de Santo Antonio, Padre Augusto Luso da Cunha Sornas. Em meio a tal reunião de fundação, também foram sorteadas e distribuídas as seguintes conferências com os confrades (homens) e consócias (mulheres):

1ª Conferência de São José – Francisco Dário Toffoli, Benedito Lemes de Souza, Luiz Gonzaga Frutuoso Braga, Sebastião de Almeida, Franscisco Perroni, Antonio Luiz Testa, Antonio Schincariol, Mário Menechini, Patrício Barbosa e Carlos Miranda Pegoraro;

2ª Conferência de Santo Antonio – Valfrides de Oliveira Brandão, Antonio Salles Ferreira, Elmer Stocco, Olindo Montagnoli, Antonio Baldassin, Balbino Rodrigues de Souza, Constante Siquieri, José Cândido de Freitas, Luciano de Oliveira, Miguel Borro e Vicente Mariotto;

3ª Conferência de São Lucas – Albino Paschoalino, Franscisco Moreno, Pedro Marchetti, João Pedro Tesser, Benedito de Oliveira, Uril Alves Caetano, João Maria Camazzon, Aurélio Picoloto, Benedito Gonçalves Filho e Miguel Bazzo;

4ª Conferência de São Francisco – Antonio Cescon, Eduardo Rodrigues Negrão, Simão Maluf, Jaime Ribeiro do Vale, Joaquim Leme Fonseca, Joaquim Jacinto, Antonio Rodolfo, Emerson Corrêa, José Paulino de Assunção, Adail Bertasso e Oscar Mello.Assim constituídas as primeiras Conferências, cada qual possuía um setor ao seu cuidado na cidade. Semanalmente seus membros visitavam (e visitam) os mais necessitados. Com o passar do tempo, também fora criado o Conselho Particular e adquirido um prédio para abrigarem a sua sede. Além disso, novas Conferências surgiram e outras deixaram de existir.

Além das visitas e auxílio aos mais necessitados, a Sociedade São Vicente de Paulo também atuou (e atua) na criação e manutenção da Vila de São Vicente (atual Lar dos Velhos). Sua pedra fundamental foi lançada em 18 de março de 1958, e em fevereiro de 1959 foi finalmente inaugurada pelo Bispo Dom Hugo Bressane de Araújo. Sendo inicialmente formada por 20 casas.

Enfim, inúmeros foram e são as obras praticadas ao longo desses (quase) 66 anos de história pelos Vicentinos de Adamantina. Torna-se impossível falar da história de Adamantina, sem ao menos mencionar o apoio incondicional dado por eles ao longo de todo esse tempo. A Sociedade São Vicente de Paulo, o nosso “Muito Obrigado”!

(1) Para saber mais sobre a Sociedade São Vicente de Paulo acesse: http://www.ssvpbrasil.org.br

 

Tiago Rafael dos Santos Alves

Professor, Historiador e Gestor Ambiental

Membro Correspondente da ACL

Publicidade

Clinica Lu Applim
Cinema

Publicidade

Insta do Siga Mais