Crônicas Provincianas

Uma SEMENTE e nada mais...

Tal SEMENTE continua nas lembranças deste e do outro lado de quem conheceu aquele antigo jardim.

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
Uma SEMENTE e nada mais...

“O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você.” (D. Elhers)

Ao JEAN “Colega”, dedico!

Era uma vez uma SEMENTE que foi plantada naquele jardim do outro lado de uma província qualquer, porém, acabou ficando muitos anos sem mais e com muito menos quanto a sua germinação...

Mesmo assim, o jardim continuou firme naquele lugar e a SEMENTE nada de crescer para avançar para outros lados, portanto, os anos passaram e só depois de quase três décadas conseguiu brotar daquele silêncio...

Isso ocorreu por causa do novo jardineiro que apareceu naquele jardim para cuidar das sementes e tudo mais, assim, os cuidados dispensados de acordo com o esperado acabaram despertando a SEMENTE para uma outra realidade...

A partir destes cuidados acabaram ocorrendo muitas transformações para todos os lados em meio aos desencontros que o jardim proporcionou para o este jardineiro e os cuidados do mesmo com a SEMENTE...

Também, pode-se registrar que a tal SEMENTE, isso é, depois dos anos de silêncio naquele mesmo lugar, acabou despertando com uma força que superou todas as dificuldades das décadas anteriores por causa disto ou daquilo...

Outro detalhe que se deve levar em conta que uma SEMENTE SOZINHA não faz um jardim, ainda mais naquele lugar que estava um tanto esquecido pelos outros/as jardineiros/as que por lá passaram...

Tais indagações são mais do que necessárias para que aquele outro jardineiro que pensa que sabe das coisas possa tomar conta deste jardim, tendo em vista que a tal SEMENTE continua nas lembranças deste e do outro lado de quem conheceu aquele antigo jardim...

Depois de tantos anos, ainda, existem muitos jardineiros/as do antigo jardim que estão sempre se lembrando desta SEMENTE que demorou anos e anos pra germinar de acordo com o esperado...

Ainda bem que apareceu aquele outro jardineiro pra mostrar como se faz um jardim de acordo as expectativas de quem entende de plantas e flores em geral...

Mas, nem sempre quem cuidou com tanta dedicação e carinho daquela SEMENTE, ou seja, o jardineiro não recebeu os devidos cumprimentos pelo trabalho desenvolvido nos anos seguintes...

Isso sem esquecer-se das tais ERVAS DANINHAS que apareceram nestes anos em que este JARDINEIRO cuidou deste JARDIM tão especial para aquela comunidade provinciana sem memória...

E tem mais, depois de um outro tempo deste tempo, muitos jardineiros apareceram naquele lugar e transformaram o local em um outro jardim que se perdeu nas contradições dos novos jardineiros...

SÓ QUEM CONHECEU ESTE JARDIM DEPOIS DA TAL SEMENTE PODE SABER DISTO OU DAQUILO, AINDA, SEM MAIS E SEM MENOS...

Publicidade

Radio Brasil FM
93 FM Adamantina
Insta do Siga Mais
Nativa FM Adamantina