Crônicas Provincianas

Paredes Alvas em ritmo de avanço institucional...

O polêmico processo de escolha da nova reitoria da UniFAI.

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
Portaria do campus II (Arquivo/UniFAI). Portaria do campus II (Arquivo/UniFAI).

“Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre.” (Paulo Freire)

“O autodesenvolvimento, o autogerenciamento e a automotivação são três bons indicadores de realização e maturidade profissional.” (Marcus Ronsoni)

Ao JEAN/Colega e demais APOIADORES/AS da CAUSA, dedico!

Tudo indica que depois de algumas SEMANAS entre IDAS e VINDAS com relação às DUPLAS INDICADAS pelo GESTOR PROVINCIANO em duas VOTAÇÕES de REFERENDUM pelo LEGISLATIVO e ambas RECUSADAS pela MAIORIA dos EDIS, finalmente, a VOTAÇÃO DEMOCRÁTICA mediada pelo CONSU-CONSELHO UNIVERSITÁRIO das PAREDES ALVAS será atendida pelo EXECUTOR quanto a INDICAÇÃO e APROVAÇÃO pelos VEREADORES...

Também, a MOVIMENTAÇÃO da comunidade provinciana, bem como, dos DOCENTES, DISCENTES e FUNCIONÁRIOS/AS em APOIO ao CONSU na sua escolha, reforçando que foram 12 VOTOS no PROJETO dos Professores doutores ALEXANDRE e WENDEL,  sendo IMPORTANTES para tal SOLUÇÃO e assim por diante...

Nada contra, ainda nada a favor, bem como, muito pelo contrário contra as outras DUAS DUPLAS, entretanto, faz-se necessário que as PAREDES ALVAS estejam sob o comando de um PROJETO INSTITUCIONAL na perspectiva da ORGANIZAÇÃO EDUCACIONAL em todas as áreas de atuação, tendo em vista que o momento EXIGE uma tomada de posição e um CHOQUE DE GESTÃO da NOVA REITORIA que assume o comando das PAREDES ALVAS daqui pra frente...

Também, faz-se necessário que a NOVA REITORIA tenha total condição e APOIO para providenciar uma REFORMA de acordo com este TEMPO NOVO TEMPO que se chama hoje em tempo de PANDEMIA, haja vista que as EXIGÊNCIAS patrocinadas pelo MERCADO ORGANIZCIONAL exige muito mais do que TITULAÇÃO, ou seja, deve-se ter QUALIFICAÇÃO ACADÊMICA e COMPETÊNCIA PROFISSIONAL para uma RECUPERAÇÃO de acordo com o CENÁRIO ATUAL das PAREDES ALVAS...

Não se pode ficar PATINANDO no mesmo lugar como ficou nestes últimos anos, bem como, DEPENDENDO apenas das RECEITAS vindas da MEDICINA e de mais um ou outro Curso, pois, todas as áreas devem estar em CONEXÃO com o mesmo OBJETIVO EDUCACIONAL e conectado  com as propostas do ENSINO, da PESQUISA e da EXTENSÃO COMUNITÁRIA...

Por isso, todos/as devem dar a sua CONTRIBUIÇÃO de acordo com o contexto plural por meio das EXIGÊNCIAS MERCADOLÓGICAS e sob a ótica de um PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO afim às demandas prioritárias das PAREDES ALVAS em tempo de pós-globalização ORGANIZACIONAL...

Outra coisa (sic), que a AUTONOMIA UNIVERSITÁRIA possa se fazer presente daqui pra frente e sempre que possível, desenvolvendo atividades em PARCERIA com o PODER PÚBLICO local e demais ORGANIZAÇÕES que desenvolvem atividades no MERCADO, entretanto, a MARCA desta AUTONOMIA deve estar acima de tudo e de todos para um OLHAR além das PAREDES ALVAS...

O PASSADO não deve ser esquecido, ainda mais os DESENCONTROS que ocorreram nestas últimas semanas, todavia, o FUTURO da INSTITUIÇÃO está no PRESENTE e deve-se registrar que as PAREDES ALVAS necessitam MUDAR OS RUMOS para continuar AVANÇANDO em tempo de EAD, PLATAFORMAS DIGITAIS, REDES SOCIAIS, INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL e outras opções mercadológicas...

Nestes últimos ARTIGOS OPINATIVOS postados em diversos SITES por este ARTICULISTA quanto aos desencontros que ocorreram nas PAREDES ALVAS, buscaram sempre estar em CONEXÃO com o contexto daquele momento e ponto quase final, haja vista que a REFLEXÃO CRÍTICA deve ser sempre a PAUTA dos FATOS por meio do OLHAR do JORNALISTA, neste caso, DIPLOMADO e com experiência de mais de 20 anos no ENSINO SUPERIOR em Adamantina, Maringá/Pr e Tupã...

QUEM SOBREVIVER VAI SABER...

ABRAÇOS DE APOIO AMPLO, GERAL E IRRESTRITO PARA ALEXANDRE E WENDEL, porém, sempre com um OLHAR CRÍTICO para que prevaleça a DEMOCRACIA e a AUTONOMIA UNIVERSITÁRIA daqui pra frente...

Publicidade

Tio Panda Adamantina
Insta do Siga Mais

Publicidade

Energisa