Crônicas Provincianas

Observando as Placas de Homenagens no Campus 1 da UniFAI...

O presente é resultado destas ações que foram realizadas pelos "empreendedores" naquele outro tempo...

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
Placa no campus I da UniFAI (Foto: Daniel Torres/Arquivo/UnIFAI). Placa no campus I da UniFAI (Foto: Daniel Torres/Arquivo/UnIFAI).

Combater e morrer, é pela morte derrotar a morte, mas temer e morrer é fazer-lhe homenagem com um sopro servil. (William Shakespeare)

Há poucos homens capazes de prestar homenagem ao sucesso de um amigo, sem qualquer inveja. (Ésquilo)

Uma carreira é construída em público, talento em privado. (Marilyn Monroe)

Aos professores, OSWALDO FIORILLO e ANTONIO JORGE (in memorian), dedico!

Faz algum tempo que estou pensando escrever textos sobre algumas pessoas que fizeram e ainda, estão mais do que presentes no cotidiano provinciano neste tempo novo tempo...

Também, podem-se registrar diversos personagens que um dia esteve neste o naquele lugar de destaque no cenário da Província em tempo de pós-globalização organizacional...

Porém, nem sempre se pode escrever sobre tais personagens, tendo em vista que a maioria deseja ficar longe de tais lembranças, como sempre, cada qual com suas razões e ponto quase final...

Entretanto, entendo que um dos muitos compromissos do jornalista é estar presente por meio da observação dos detalhes que estão no cotidiano provinciano, bem como, nas diversas placas de homenagens espalhadas em diversos cantos da Província...

Mas, entre essas muitas placas que registram muitas homenagens para as pessoas que foram importantes naquele momento do registro em nome daquele local ou construção, pode-se destacar uma "placa de ferro" que se encontra na entrada do campus 1 da UniFAI...

Nesta placa, como na maioria das mesmas, estão registradas para "quase todo o sempre", os nomes das pessoas que foram importantes para a construção ou autorização daquela organização, neste caso em especial, da institucionalização da FAFIA como Faculdade em terras provincianas, ainda, no ano de 1.968...

Como escrevei acima, nesta "Placa", estão registrados muitos nomes que foram importantes naquele momento ou período para o início das atividades da FAFIA na Província e ponto quase final...

Assim, como sempre escrevo nos artigos assinados aqui ou ali, "A César o que é de César", desta forma, que neste caso e considerando que o "PROFESSOR OSWALDO FIORILLO" continua marcando presença nas atividades  do cotidiano provinciano por meio da sua pessoa em diversos locais, ainda, deve-se registrar que o mesmo é um dos nomes que estão nesta "Placa de Memórias" na entrada do Campus 1 da UniFAI...

Como descrito, existem outros nomes, entre os quais, do "PROFESSOR ANTONIO JORGE", outra personalidade que marcou presença nas atividades como docente em diversas funções escolares na Província...

Não se pode esquecer o passado sem mais e sem menos, considerando que o presente é resultado destas ações que foram realizadas pelos "empreendedores" naquele outro tempo em busca de um novo tempo novo...

Também, afirmou um pensador do outro tempo, a saber: "o jornalista é o historiador do presente", se bem que os colegas historiadores não concordam com tal afirmação, todavia, tais fatos e personagens não podem ficar apenas com os respectivos nomes nestas "Placas", sendo que a maioria destas homenagens está "escondida” ou simplesmente "sumiram" sem mais e sem menos...

AVE PROFESSOR OSWALDO FIORILLO!

AVE PROFESSOR ANTONIO JORGE (in memorian)!

(*) jornalista diplomado, consultor na área de gestão da mídia organizacional, colaborador na rádio cultura fm de adamantina, assessor-executivo da asspem e professor dos cursos de administração, design e publicidade & propaganda da unifai.

Publicidade

Cóz Jeans
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais