Crônicas Provincianas

Música, Província e Mentes Bovinas...

O artista está mais do que habilitado para ser o autor da sua criação, de um jeito ou de outro.

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | sebar@uol.com.br Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | sebar@uol.com.br
(Foto de Anton Hooijdonk no Pexels). (Foto de Anton Hooijdonk no Pexels).

“Temos a arte para não morrer da verdade.” (Friedrich Nietzsche)

Ao RABAY, dedico!

Deve-se levar em conta nestes ocasos mediados pela criatividade disto ou daquilo, ainda, em todas as áreas afins as atividades da denominada ARTE, portanto, como sempre, CADA QUAL COM SUAS MANIAS...

Entretanto, o que não se pode deixar de considerar nestes casos que eram apenas OCASOS, está mediado e na maioria das vezes, representando pelo SENSO COMUM que predomina nas MENTES BOVINAS em terras provincianas...

O ARTISTA está mais do que habilitado para ser o autor da sua CRIAÇÃO de um jeito ou de outro, ainda, não pode ser controlado pela vontade deste ou daquele grupo, ou seja, lá o que for...

A criatividade deve ser pautada pela realidade ou não, portanto, a FICÇÃO pode estar neste meio que envolve tais ações e tudo mais em meio ao tudo de menos, ainda, a CRÍTICA deve ser recebida como se fosse um ELOGIO ao sistema vigente...

Entretanto, parece que na PROVÍNCIA tudo está controlado pelos mesmos de sempre, ou seja, aqueles/as que acreditam que o TOQUE DO BERRANTE vai salvar tudo e todos em meio a PANDEMIA...

Desta forma, todos os processos artísticos estão em conexão com a LIBERDADE DE EXPRESSÃO, pelo menos até outro dia (sic), todavia, faz uns dois ou três anos que este PAÍS DO FAZ DE CONTA está sendo controlado pelo COISO com suas COISAS...

Assim, não se pode esperar muito deste CENÁRIO PROVINCIANO em tempo de pós-globalização das organizações em nível GLOCAL, ou seja, do GLOBAL para o LOCAL...

Além do mais e com muito menos, pode-se escrever que a PROVÍNCIA continua patinando nas mesmas COISAS (sic) do outro TEMPO que continua mais VELHO do que nunca neste NOVO TEMPO...

Entre as diversas escolhas que ocorrem na área artística, talvez, a MÚSICA possa ser aquela que apresenta ou transmite a MENSAGEM de acordo com o cenário ou momento disto ou daquilo para o público que pode ser ALVO ou apenas aquele/a curioso/a de plantão em tempo de REDES SOCIAIS...

Se bem que não se pode exigir muito destas MENTES BOVINAS PROVINCIANAS...

 

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais