Crônicas Provincianas

Memórias da Província do outro tempo do tempo neste tempo... (I)

Os pensamentos vão e voltam pela memória dos anos que passam.

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
Florada de ipês no Parque dos Pioneiros, em Adamantina (Foto: Acácio Rocha/Siga Mais). Florada de ipês no Parque dos Pioneiros, em Adamantina (Foto: Acácio Rocha/Siga Mais).

“Pra não dizer que não falei das flores...” (Geraldo Vandré)

Outro dia, alguém disse alguma coisa sobre andar pelas ruas de uma cidade, assim, os pensamentos vão e voltam pela memória dos anos que passam, e ficam apenas as lembranças daquele lugar ou daquelas pessoas que um dia fizeram parte desta caminhada terrena...

Assim, observa-se que as ruas e avenidas desta cidade denominada de Província,  possuem árvores diversas, bem como, outras virtudes escondidas em algum jardim ou praça pública, embelezando o local privilegiado e outorgado pelas mãos do homem e agraciado pela natureza alada do universo dos deuses do Olimpo...

Neste vai e vem daquelas pessoas fascinadas pela beleza do lugar, bem como, outros que circulam neste paraíso terrestre, alguns, deixam transparecer a solidariedade para com o outro lado, possibilitando uma aproximação fraternal neste novo tempo...

Vários locais se destacam neste cenário multicolorido e agitado pelo vento da região da “Nova” Alta Paulista no contexto plural da pós-globalização para os simples mortais de uma cidade localizada na região oeste do estado paulista.

Andando pelas ruas desta cidade, se podem encontrar muitas alternativas mais do que interessantes para alguns, para a maioria, nem tanto, porém, registra-se aqui o olhar de um articulista solitário e solidário para com a simplicidade deste encontro agendado pelos desencontros da vida.

Quem nunca entrou no saudoso Kero Kero Pastel??? Um local acessível e de bem com a vida, claro, neste caso, para os adolescentes e jovens, mas, era um espaço acolhedor e que possui algumas características distintas dos demais, a saber: CARLÃO E BREDA, são torcedores do porco, também, possuía um atendimento prestativo e vip para os clientes sob o comando do sorridente Carlão e sua equipe de apoio...

Que tal o Posto do “Zeca”, um encontro fraternal com os clientes sempre com assessoria profissional daquele que sabe das coisas, ou seja, o “Zeca do Posto”, que teima em querer fortalecer o lugar como “Posto Progresso”, mas, sem sucesso junto aos clientes e mercado local, bem como, regional, haja vista a presença do proprietário no circuito empresarial....

Nas sextas-feiras, depois das aulas, nada melhor do que um desencontro na antiga Chopperia Trianda com a turma da faculdade que eram poucos, diga-se de passagem, porém, o local disponibilizava um espaço mais do que interessante para muitos “bebes e porções diversas” com aquele toque que naquele outro tempo era especialidade da casa.... 

Ah! Aos domingos, sem muitas opções para sair de casa para um almoço familiar, nada melhor do que o “marmitex” do Restaurante do “Beto”, também, conhecido e registrado como Pirâmide...

Aos sábados, um tradicional encontro na base do revezamento para não dar problemas para os dois lados, um jantar com estilo no Restaurante Ipê sob a batuta do sempre atencioso “Edinho e equipe”, claro, sempre que possível, um vinho com safra especial e sugestão da casa, boa música “ao vivo” no fundo para um encontro mais do que agradável nos finais de semana na cidade Joia...

No Restaurante Cartola, além do encontro semanal por meio do famigerado “almoço”, o sempre atencioso “Júlio” e seu time de funcionários deixam qualquer cliente em clima de festa, ainda mais neste caso, aqui, pelo menos, o dono é corintiano, também, era bom tomar cuidado com os “bambis” que estavam sempre na área...

Quando se fala em “vinho e frios”, tem que ser no VERDURÃO, hoje, EMPÓRIO DE VINHOS E QUEIJOS, próximo ao campus I da FAI, hoje, UNIFAI, entretanto pode-se afirmar que, “quem vende, sabe das coisas”, portanto, a proprietária deste estabelecimento, “Jô e suas assessoras”, ofereciam naquele outro tempo do tempo um atendimento categorizado com indicação para os  clientes as melhores opções, bem como, naquele tempo, os preços eram  acessíveis ao bolso do cliente...

De vez em quando, tomar um sorvete é mais do que necessário, tendo em vista o clima quente da cidade e região, neste caso, uma parada obrigatória na  CHERRY SORVETES que naquela época, pertencia à família do “Fabião”, disponibilizava muitas opções de sorvetes e derivados para a clientela em geral nos dias e noites quentes da Província....

Na prestação de outros serviços, por exemplo, o atendimento personalizado da Tropical Foto Color e seus proprietários, neste caso, destaque especial para o “Jorge” e equipe com atendimento exemplar por meio da cortesia e rapidez na entrega dos serviços solicitados.....

Na área musical, existia a Power Sound e ser atendido naquele tempo do tempo pelo “Fábio”, deixava qualquer fanático pelo Rock and Roll de frente com as melhores ofertas e lançamentos musicais, bem como, colocava o cliente em conexão com os clássicos do passado....

Presentes para isto e mais aquilo, Micro Flor como ponte entre o desejo e o ser desejado, neste caso, dispensa-se comentar a visão do empreendedor “Haddad” frente aos desafios empresariais e o mercado local...

E a Banca de Jornal, naquele outro tempo do tempo, denominada do “Carlito”, era um local de encontro semanal para muitos clientes sem mais e sem menos em busca desta ou daquela publicação, além de material diversificado pelas várias ofertas dos produtos disponibilizados da melhor forma possível nas prateleiras....

Estava deixando de lado, pra não dizer que não falei das flores, faz-se necessário um registro sobre os “Ipês” localizados nas ruas da cidade num desabrochamento das flores amarelas, roxas, rosas e brancas, destoando da mesmice de sempre e estampando vitalidade pela beleza da natureza, proporcionando um encontro além da nossa imaginação...

AVE PROVÍNCIA!

(*) Natural da Província de Ourinhos, SP, Capital da Média Sorocabana e residente nesta Província desde 1.999.

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais