Crônicas Provincianas

“Il dubbio di Narciso (1)": Do início para o meio, ainda, com Narciso contra Narciso, porém, sem o fim...

Um texto que narra o idealismo de Cacá Haddad, que fez de Adamantina um set de filmagens.

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
(Reprodução). (Reprodução).

“É curioso como as cores do mundo real parecem muito mais reais quando vistas no cinema.” (Laranja Mecânica)

“O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho.” (Orson Welles)

Escrever sobre PESSOAS em geral sempre nos coloca em situação de RISCO e ponto quase final, entretanto, faz alguns meses que provoquei este PERSONAGEM para que o mesmo enviasse material sobre suas IDAS e VINDAS nesta PROVÍNCIA DO FAZ DE CONTA para muitos DESENCONTROS neste TEMPO NOVO TEMPO que se chama hoje...

Também, sempre tive CURIOSIDADE em saber mais alguma coisa sobre suas ANDANÇAS deste e do outro lado, isso é, tendo em vista as suas preferências com a denominada e idolatrada SÉTIMA ARTE...

Neste CENÁRIO, talvez possa ser um SET DE FILMAGEM, tendo em vista que neste caso, trata-se de um verdadeiro PROVINCIANO, assim, pode-se registrar que TODO CUIDADO É POUCO...

Lembro que o conheci quando desembarquei nesta PROVÍNCIA, naquele outro tempo do meu tempo, ou seja, no ano de 1.999 e fui apresentado ao mesmo pelo RUBENS GALDINO, neste DESENCONTRO, também, tive o PRAZER de conhecer os seus PAIS...

Sei que VOCÊ está um tanto CURIOSO/A em saber de quem se trata, porém, acredito que se deve ESCREVER mais algumas linhas para uma APROXIMAÇÃO mais de acordo, além do mais ou de menos, acredito que alguns já sabem quem é este PERSONAGEM PROVINCIANO...

Outra coisa, disse ao mesmo que escreveria uma CRÔNICA sobre os FATOS entre a REALIDADE disto ou daquilo, todavia, nesta ÓTICA, entendo que prevalece mais a IMAGINAÇÃO do autor, tal qual do DIRETOR...

Estou percebendo que vai ser complicado FINALIZAR este TEXTO, tendo em vista que o TEMA promete em todos os sentidos, porém, sempre se pode ESCREVER a tal PARTE 2 e assim por diante, aliás, na ÁREA que este PERSONAGEM andou há alguns anos, talvez, ainda, dependendo do OLHAR, ainda, continua CIRCULANDO sem mais e sem menos...

Tive a satisfação de marcar PRESENÇA nos CRÉDITOS de uma de suas PRODUÇÕES, isso é, efetuei uma pequena COLABORAÇÃO com isto e mais aquilo, porém, o nome SEB@R está registrado neste TRABALHO mais do que especial...

Mas, mais uma vez, deve-se REGISTRAR a frase, a saber: A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR, pois, tal destaque apresenta este PERSONAGEM, assim, ANTONIO CARLOS BASSIO HADDAD, também, conhecido como CACÁ HADDAD,  professor da UniFAI e proprietário do CINE HOS, porém, desenvolveu atividades como DIRETOR DE CULTURA nesta PROVÍNCIA no outro tempo do tempo...

CACÁ HADDAD, graduado em Comunicação Social com habilitação em TV pela Universidade Pontifica Salesiana de Roma (Itália), Mestre em Comunicação pela mesma instituição, além de diversos cursos de especialização na área cinematográfica no Brasil e Estados Unidos da América...

Tais apresentações são necessárias para que o seu OLHAR possa estar mais de acordo com as impressões sobre o CACÁ, outro detalhe é que o mesmo conseguiu no início dos anos 90 com a produção e direção de NARCISO CONTRA NARCISO (2.004), movimentar a região central desta PROVÍNCIA de um jeito que se pode escrever que CACÁ parou tudo e todos/as neste dia em nome da SÉTIMA ARTE na perspectiva cinematográfica de um CENÁRIO PROVINCIANO...

Quem encontra este PERSONAGEM que está muito além desta PROVÍNCIA no CINE HOS para suas atividades profissionais, bem como, nos corredores do campus 2 da UniFAI nos cursos onde o mesmo desenvolve a docência, dificilmente conhece tais realizações como CINEASTA, ainda, também, pode-se reforçar que era e continua sendo mais um dos raros VISIONÁRIOS desta PROVÍNCIA DO FAZ DE CONTA...

Poderia escrever mais sobre os PROJETOS realizados por meio das diversas produções e realizações como PRODUTOR, DIRETOR e ROTEIRISTA, haja vista que não se pode deixar de lado todas essas EXPERIÊNCIAS por meio das suas ESCOLHAS como CINEASTA naquele outro TEMPO DO TEMPO...

AVE PROVÍNCIA! AVE CINEMA! AVE FAMÍLIA HADDAD! AVE CACÁ HADDAD!

______________________

(1) 2002 – “Il dubbio di Narciso” – Roteiro, Produção e Direção de Antonio Carlos Bassio Haddad in Trabalho de Conclusão do Curso de Comunicação Social da Universidade Pontificia Salesiana de Roma/Itália.

 

Publicidade

Tio Panda Adamantina
Nova Foto e Ótica

Publicidade

Insta do Siga Mais