Crônicas Provincianas

Desencontros do outro tempo do tempo neste novo tempo novo com o Hotel Villa Verde...

Memórias e a revisitação do antigo hóspede ao Hotel Villa Verde.

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
Hotel Villa Verde em Adamantina (Divulgação). Hotel Villa Verde em Adamantina (Divulgação).

“O nosso coração é como um hotel. Entram e saem pessoas a toda a hora, mas àquelas pessoas que vivem lá, e aquelas que partiram, mas mesmo assim tem aquele espacinho especial para elas.” (sofinezza)

Ao Erivaldo L., dedico!

Faz alguns meses, depois de alguns contatos com o meu amigo ERIVALDO, resolvemos de comum acordo agendar um desencontro no HOTEL VILLA VERDE para um café sem mais e sem menos...

Porém, fui surpreendido com outro convite, ou seja, estava sendo CONVIDADO PARA CAFÉ DA MANHÃ no Hotel e tudo mais, assim, pensei comigo aqui e ali, nossa, depois de anos e anos vou voltar ao local de muitos outros cafés da manhã no outro tempo deste mesmo tempo...

No horário combinado, ou seja, 9h30, o ERIVALDO já estava na porta do VILLA VERDE na espera do convidado para aquele CAFÉ DA MANHÃ mais do que especial no Hotel...

Confesso, foi como voltar aos anos 1.999/2.000, quando fiquei hospedado no HOTEL VILLA VERDE por conta da FAI, tendo em vista que no ano de 1.999 estava com aulas no Curso de Publicidade & Propaganda, ainda, residia em SBCampo e todas as semanas viajava de SAMPA pra PROVÍNCIA...

Neste ano de 99 pode se registrar que no nos primeiros meses ficava hospedado no máximo dois dias, porém, depois de algum tempo e com o envolvimento em outras atividades na FAI/UniFAI esse período de hospedagem ficou de quase uma semana...

Isso sem escrever aqui e ali que por causa de atividades aos sábados em um Curso de LATO-SENSU naquela época, era necessário permanecer na PROVÍNCIA nos finais de semana, assim, retornava pra SBCampo via SAMPA no domingo à noite pelo PRATA...

Portanto, foram meses e mais meses nessas idas e vindas com o HOTE VILLA VERDE, também, muitos desencontros no “saguão de entrada” e nos CAFÉS DA MANHÃ por meio das muitas conversas e outros com os outros docentes que ficavam hospedados no HOTEL e de vez em quando com um ou outro hóspede que estava por ali...

Também, lembro-me do carinho mais do que especial dos/as funcionários/as do HOTEL daquele outro tempo (PIRES e outros/as), pois, depois de algum tempo hospedado havia uma aproximação interessante entre ambos os lados e tudo acabava ficando “em casa”...

E tem mais, mesmo depois de resolver “mudar de mala e cuia” pra PROVÍNCIA em função dos compromissos assumidos na FAI, a instituição não bancava mais as despesas com hospedagem, assim, eu e outro professor, alugamos uma residência nas proximidades da Escola NAVARRO DE ANDRADE...

Mesmo assim, sempre que possível estava no HOTEL para alguns desencontros com os outros docentes que estavam hospedados para muitas conversas sobre tudo e todos, ainda, sem mais e sem menos...

Desta forma, agradeço o CONVITE para o CAFÉ DA MANHÃ do meu amigo ERIVALDO, bem como, do apoio da Direção do HOTEL VILLA VERDE com tal CORTESIA naquele outro tempo do tempo...

Acredito que ficamos quase 2 horas no local e foi uma volta aos bons e velhos tempos como HÓSPEDE DO HOTEL, ainda, deu pra perceber que muitas coisas aqui e ali continuavam do mesmo jeito do outro tempo do tempo...

QUEM ESTEVE HOSPEDADO NO HOTEL “VILLA VERDE” VAI SABER DISTO E DAQUILO...

Publicidade

Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais