Crônicas Provincianas

De um lado está o DITO que esqueceu o BENÊ do BENEDITO...

Faz algum tempo que o BENÊ que era aquele DITO sumiu sem mais e sem menos neste cenário...

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
De um lado está o DITO que esqueceu o BENÊ do BENEDITO...

“Não espere ocaso...proponha 'O acaso'” (Carol Castro)

Faz algum tempo que o BENÊ que era aquele DITO sumiu sem mais e sem menos neste cenário um tanto quanto complicado para o mesmo, porém, nada se pode esperar mais daquele outro lado que se perdeu sem querer voltar ao mesmo lugar comum de sempre...

Por isso e mais aquilo, talvez possa existir alguma possibilidade para o DITO que deixou de ser BENÊ por causa dos tais DITOS CUJOS que estavam sempre rodeando as suas coisas e deu no que deu para todos os lados...

De que adiante ficar no mesmo lugar se nada mais existe para uma aproximação entre os envolvidos nestas questões mediadas pelo DITO que não quer mais saber do tal do BENÊ para isto ou aquilo...

O mais interessante nestes desencontros silenciosos entre os dois lados, isso mesmo, tendo em vista que o DITO não quer mais saber do BENÊ e vice-versa, todavia, como isso pode ser possível se são a mesma pessoa como BENEDITO...

Tais desaforos acabam deixando sempre um dos mesmos sem respostas quanto a uma única pergunta nestes ocasos de um talvez, ou seja, o que seria do BENÊ se não fosse o DITO para uma conexão com o BENEDITO...

Deve ser este acento do tal CHAPEUZINHO que está marcando presença desde a separação entre os dois lados, entretanto, não se pode esquecer que o DITO sempre esteve com o BENÊ e ponto quase final...

Mas, como tudo acaba ocorrendo de um jeito ou de outro para estes casos pendentes de separação de nomes, pode-se afirmar que todas as escolhas intermediadas pelo BENÊ estavam em desacordo com as esperanças do DITO...

Como tentar entender tudo isso com mais aquilo sem deixar de lado o BENEDITO e suas considerações sobre tal separação entre o BENÊ e o DITO, haja vista que tudo se resume no mesmo nome e assim, dizem, caminha a humanidade...

Acredito que tais desavenças entre ambos os lados se deve ao passado que ficou no outro tempo, porém, como sempre acontece neste cenário um tanto quanto complicado para o DITO que não deseja mais ser BENÊ, talvez o inusitado apareça para dar um toque de ilusão para o BENEDITO frente ao impossível...

Cada um destes nomes deve saber onde está a resposta sem aquela pergunta de sempre para o BENEDITO, assim, a melhor opção para que os dois lados possam s entender está na busca daquilo que se perdeu para o BENÊ sem o DITO saber os detalhes dos fatos...

A tal da esperança continua marcando a estrada sem fim deste contexto nebuloso e tudo pode acabar de um jeito perturbador para um dos lados, mesmo assim, acredito que o DITO ainda vai se entender com o BENÊ para que apenas o BENEDITO possa continuar vivendo a sua plenitude com aquele ponto e vírgula...

SÓ QUE CONHECEU O DITO PODE SABER DO BENÊ SEM ESQUECER DO BENEDITO...

Publicidade

Insta do Siga Mais