Crônicas Provincianas

Coisos/as, Facebook e outros desencontros...

Facebook: procedimentos, padrões e surpresas no universo das redes sociais.

Sérgio Barbosa Colunista
Sérgio Barbosa
Coisos/as, Facebook e outros desencontros...

“Há três espécies de cérebros: uns entendem por si próprios; os outros discernem o que os primeiros entendem; e os terceiros não entendem nem por si próprios nem pelos outros; os primeiros são excelentíssimos; os segundos excelentes; e os terceiros totalmente inúteis.” (Maquiavel)

* * *

Mais uma vez, pra variar, estou “suspenso” pelo GRANDE IRMÃO que se tornou o FACEBOOK nestes últimos anos, ainda, esta Empresa e outras que atuam na mesma área midiática estão sob o comando ideológico do Poder pelo Poder com o Poder e ponto quase final...

Então, depois de algumas advertências por causa desta ou daquela postagem, bem como, de acordo com o último comunicado e sem direito de DEFESA neste caso, também, nos desencontros que ocorreram anteriormente, pode-se afirmar que está TUDO DOMINADO em todas as áreas...

Entretanto, como sempre, pode-se tentar sair por aqui ou por ali, dependendo sempre das condições de acesso nas denominadas REDES SOCIAIS em tempo de pós-globalização midiática...

De acordo com algumas pesquisas nesta área, descobri que existem mais de 200 plataformas digitais para acesso e cada qual com uma proposta diferente da outra, porém, a sociedade acaba ficando sempre com as mesmas de sempre por causa disto ou daquilo...

Outra coisa desta mesma coisa é que tudo pode estar amarrado tal qual o sistema de dominação que o poder exerce sobre os processos midiáticos para controlar tudo e todos, ainda, acima “do bem e do mal”, talvez do “bom e do mau”...

O profeta do outro tempo deste tempo afirmou que “nada é para sempre”, portanto, cada qual deve saber para onde ir ou voltar, dependendo do cenário no qual existe uma ou mais possibilidades de atuação em meio aos desencontros midiáticos...

Além de menos, existem os VIGILANTES sempre atentos pra defender o COISO com suas COISAS com a benção do BOZZO neste contexto de vírus maléficos para todos os lados de um mesmo lado...

Todavia, faz-se necessário estar em conexão com outras alternativas mediadas pelas REDES SOCIAIS, tendo em vista que a técnica continua a mesma, ou seja, sistematizada por meio da vigilância constante e penalização em seguida sem muitas considerações, ainda, utilizando os mecanismos de opressão pela repressão visando às intimidações mental e física...

Mesmo assim, trata-se de muitos ocasos que estão presentes sob as asas de proteção do GRANDE IRMÃO com suas armadilhas e técnicas de manipulação para conseguir o máximo de retorno para os objetivos previstos...

Desta forma, todos e todas estão sendo vigiado pelo GRANDE IRMÃO que pode ser o BOZZO com seus COISOS E COISAS, também, TIO SAM com suas garras predadoras por meio das REDES SOCIAIS que circulam nos quatro cantos do Planeta Terra...

Sérgio Barbosa é jornalista diplomado e professor universitário.