Crônicas Provincianas

Cada qual observa isto ou aquilo na Província...

No caminho, o olhar atento aos detalhes disto ou daquilo, sem mais e sem menos...

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
Na Rua Nove de Julho, o caminho entre o posto de saúde, padaria e campus I das Paredes Alvas (Google). Na Rua Nove de Julho, o caminho entre o posto de saúde, padaria e campus I das Paredes Alvas (Google).

“Quantas coisas cabem em um olhar!

É tão expressivo, é como falar”.

(Clarice Pacheco)

Sempre que tenho algum compromisso aqui ou ali na PROVÍNCIA, procuro sempre que possível, ficar atento aos detalhes disto ou daquilo, ainda, sem mais e sem menos...

Assim, qualquer movimento pode dar um toque a mais nestes desencontros pelas ruas provincianas, portanto, aproveitando que fui ao POSTO DE SAÚDE próximo ao CAMPUS I das PAREDES ALVAS para “medir a pressão arterial” por causa disto ou daquilo, resolvi fazer umas “FOTOS” para um registro neste tempo do meu tempo...

Também, deve-se escrever que no outro tempo do meu tempo, ou seja, quando estava sem CONVÊNIO MÉDICO, tanto eu, quanto a MARTA, usamos e abusamos dos atendimentos efetuados naquele local, do meu lado, sempre com a Médica e a MARTA, com o Médico e a Médica...

Os atendimentos eram excelentes e os profissionais da saúde sempre prestativos para os problemas relacionados com a saúde, bem como, todos os demais procedimentos com exames diversos para receitar os medicamentos...

Acredito que foram muitas consultas para os mais diversos problemas do nosso lado, porém, pra conseguir uma consulta médica com a que atendia naquele tempo do tempo no POSTO DE SAÚDE, assim, por volta das 5h da manhã os pacientes chegavam e ficavam sentados no PONTO de alguma coisa do lado do POSTO, além do mais ou de menos, eram 20 atendimentos diários...

Neste mesmo dia, resolvi chegar até o CAMPUS I das PAREDES ALVAS para algumas visitas, aproveitando que algumas figuras carimbadas não estavam no local, assim, poderia transitar sem maiores problemas naqueles corredores mais do que especiais no outro tempo do meu tempo...

Antes, porém, entrei na PADARIA que fica na esquina deste campus, a “PÃO PÃO”, porém, mais conhecida como PADARIA DO LADO DO CAMPUS I DA FAI, entrei no local e resolvi comprar alguma coisa para comer e conversar, afinal de contas, sou cliente desta PADARIA faz anos e anos, sem escrever que os proprietários, ODAIR E SILVANA estão sempre prontos para um atendimento especial para os clientes de sempre...

Tais desencontros em terras provincianas sempre trazem muitas lembranças do outro tempo para este tempo novo tempo que se chama hoje, todavia, cada qual deve saber como observar tais detalhes para uma aproximação de acordo com aqueles momentos...

Desta forma, POSTO DE SAÚDE, PADARIA E CAMPUS I das PAREDES ALVAS estão próximos e distantes, como sempre, dependendo de como as pessoas que por ali transitam em busca de atendimentos médicos, clientes da PADARIA e discentes, docentes e funcionários das PAREDES ALVAS...

QUEM CONHECE ESTES LUGARES VAI SABER...

Publicidade

Cóz Jeans
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Insta do Siga Mais