Crônicas Provincianas

Autonomia Universitária das Paredes Alvas e Legislativo provinciano...

Nova reitoria da UniFAI vai dirigir a instituição pelos próximos quatro anos (2021/2025).

Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com Colunista
Sérgio Barbosa | Jornalista diplomado e professor universitário | barbosa.sebar@gmail.com
(Arquivo/UniFAI). (Arquivo/UniFAI).

“Estamos passando por um momento em que todos nós que tivemos o privilégio de frequentar uma instituição pública de ensino temos a obrigação moral de rebater qualquer ato que atente contra a autonomia universitária conquistada pelas gerações passadas. Como cidadãos de bem, é o mínimo que devemos fazer.” (Adelmo de Medeiros)

Nas idas e vindas desta PROVÍNCIA DO FAZ DE CONTA, bem como, destacando os DESENCONTROS patrocinados pela INDICAÇÃO do GESTOR MUNICIPAL quanto aos nomes para assumirem a REITORIA das PAREDES ALVAS nos próximos 4 anos, pode-se registrar que MUITA ÁGUA, ainda, VAI PASSAR DEBAIXO desta INDICAÇÃO para o REFERENDUM do LEGISLATIVO PROVINCIANO na próxima SEGUNDA-FEIRA, 21 de JUNHO...

A CÂMARA formada por 8 vereadores e 1 vereadora, totalizando 9 EDIS, foram ELEITOS por meio de uma ELEIÇÃO DEMOCRÁTICA, portanto, espera-se que os mesmos RECUSEM tal INDICAÇÃO do EXECUTOR PROVINCIANO, considerando a VOTAÇÃO mediada e APROVADA via CONSELHOR UNIVERSITÁRIO das PAREDES ALVAS...

Se prevalecer tal INDICAÇÃO do outro lado sem mais e sem menos pelo LEGISLATIVO PROVINCIANO, quem VOTAR aprovando tal ESCOLHA deve estar CIENTE de que o RETROCESSO nos lados das PAREDES ALVAS vai continuar e não se pode esquecer que a INSTITUIÇÃO apresenta a COR BRANCA nos 4 CAMPIS, tal qual o ELEFANTE...

Mas, neste IMPASSE encontra-se o FUTURO das PAREDES ALVAS em todas as áreas ACADÊMICAS, tendo em vista as respectivas prioridades da PROPOSTA PEDAGÓGICA aprovada quando da criação do CENTRO UNIVERSITÁRIO...

Faz alguns anos que estão OCORRENDO diversos desencontros afins aos interesses dos mesmos de sempre nas PAREDES ALVAS, haja vista as INÚMERAS MANIFESTAÇÕES realizadas pelos alunos do Curso de MEDICINA, bem como, deste ou daquele outro Curso sobre as CONDIÇÕES dos mesmos nas áreas do ENSINO e da EXTENSÃO...

Quanto a PESQUISA, entendo que nesta ÁREA tudo continua na mesmice de sempre, basta levantar a PRODUÇÃO ACADÊMICA em nome das PAREDES ALVAS, ainda, as PUBLICAÇÕES de ARTIGOS em REVISTAS AVALIADAS com QUALIS pelos/as DOCENTES e assim por diante...

Ou seja, SEM INVESTIMENTO na QUALIFICAÇÃO DOCENTE tudo fica mais do que COMPLICADO em nível de PRODUÇÃO ACADÊMICA e ponto quase final...

Também, a PROMOÇÃO e EXECUÇÃO de CONGRESSOS direcionados para DOCENTES, DISCENTES da área superior ou ESTUDANTES dos denominados ENSINOS FUNDAMENTAL e MÉDIO, não se JUSTIFICA como PESQUISA e sim como EXTENSÃO ACADÊMICA...

A REALIDADE atual das PAREDES ALVAS está de acordo com o PENSAMENTO da atual GESTÃO, isso é, que se encontra do outro lado das PAREDES ALVAS, entretanto, MARCA PRESENÇA efetiva e eficaz em todas as atividades desenvolvidas internamente e externamente pela INSTITUIÇÃO neste VELHO TEMPO NOVO que se chama hoje em RITMO DE PANDEMIA...

Desta forma, ESPERA-SE que o LEGISLATIVO PROVINCIANO possa utilizar o PODER DO VOTO para RECUSAR tal INDICAÇÃO patrocinada pelo GESTOR MUNICIPAL em nome da PRERROGATIVA de ESCOLHER a sua PREFERÊNCIA, porém, a AUTONOMIA UNIVERSITÁRIA está com os NOMES VOTADOS E APROVADOS pelo CONSELHO UNIVERSITÁRIO das PAREDES ALVAS...

PREZADOS EDIS PROVINCIANOS: A maioria dos DOCENTES e FUNCIONÁRIOS/AS das PAREDES ALVAS, além dos DISCENTES que estão ACOMPANHANDO os fatos do momento, APROVA a DECISÃO DEMOCRÁTICA fundamentada nos 12 VOTOS dos NOMES dos PROFESSORES ALEXANDRE E WENDEL...

Sendo assim, QUE PREVALEÇA TAL ESCOLHA dos/as CONSELHEIROS/AS para fazer frente ao AUTORITARISMO daqueles que NÃO ACEITAM a DEMOCRACIA nesta PROVÍNCIA DO FAZ DE CONTA...

Publicidade

Insta do Siga Mais
Tio Panda Adamantina

Publicidade

Energisa