Siga Mais

Publicidade

goodU
Nativa FM
Cinema
Cocipa

Publicidade

Unifai 2
93 FM
UniFAI 1
Radio Brasil
Clinica Lu Applim

Siga Mais » Notícias » Trânsito

Trânsito

Novas praças de pedágio vão iniciar operação na região de Marília

09:13 atualizado: 22/09/2018 17:25

Cobrança de pedágio na SP-333 começa em outubro, no trecho entre Florínea e Pongaí.

Por: Da Redação | Com informações do Visão Notícias

http://www.sigamais.com/noticias/transito/novas-pracas-de-pedagio-vao-iniciar-operacao-na-regiao-de-marilia/ Novas praças de pedágio vão iniciar operação na região de Marília
Quatro novas praças de pedágio vão iniciar operação dia 15 de outubro (Reprodução/TV TEM). Quatro novas praças de pedágio vão iniciar operação dia 15 de outubro (Reprodução/TV TEM).

A cobrança do pedágio nas quatro praças construídas na Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros - SP-333 (inclusive Marília), que deveria ter começado a zero hora desta quinta-feira (20), foi adiada para o dia 15 de outubro. A decisão foi tomada pela Secretaria Estadual de Logística e Transportes, conforme publicação que está saindo na edição desta quinta-feira no Diário Oficial do Estado.
No começo da manhã desta quinta-feira a concessionária Entrevias divulgou nota confirmando o adiamento da cobrança. A medida adotada pela Secretaria surpreendeu a equipe da concessionária que tinha montado toda estrutura para iniciar a cobrança. Mas, na quarta-feira (19) à noite recebeu a informação de que o início só começaria em outubro e teve que desfazer toda logística.
Nos bastidores, há informações de que o motivo desse adiamento foi em virtude das eleições estaduais. A cobrança agora teria reflexo negativo para o governo, levando-se em conta que o governador Márcio França busca a reeleição. 

Nota oficial da concessionária

A Entrevias divulgou na manhã desta quinta-feira (20) uma nota sobre a suspensão da cobrança: "A Entrevias Concessionária de Rodovias informa que não iniciou a operação nas praças de pedágio da SP-333 devido ao novo despacho publicado pela Secretaria de Logística e Transportes do Estado de São Paulo na edição de hoje, dia 20 de setembro, do Diário Oficial. A Concessionária esclarece ainda que cumpriu com todas as exigências contratuais estabelecidas no contrato de concessão firmado com a ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) e encontra-se pronta para operar".

Quatro novas praças de pedágio

As quatro novas praças de pedágio a serem operadas pela Entrevistas, ao longo de uma faixa de 215 km da Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333), estão localizadas em Pongaí (Km 234+276) - cidade banhada pelo Rio Tietê –, depois em Marília (Km 315+130), Echaporã (Km 354+374) e Florínea (Km 449+760) – esta última já na divisa dos estados de São Paulo e Paraná. Veja abaixo os valores definidos para cada uma das quatro novas praças de pedágio:

Pongaí (km 234)
Motocicleta: R$ 3,80
Automóveis e utilitários: R$ 7,50
Veículos com semirreboque: R$ 11,30
Veículos com reboque: R$ 15

Marília (km 315)
Motocicleta: R$ 3,60
Automóveis e utilitários: R$ 7,30
Veículos com semirreboque: R$ 10,90
Veículos com reboque: R$ 14,50

Echaporã (km 354)
Motocicleta: R$ 2,70
Automóveis e utilitários: R$ 5,30
Veículos com semirreboque: R$ 8
Veículos com reboque: R$ 10,70

Florínea (km 449)
Motocicleta: R$ 3,90
Automóveis e utilitários: R$ 7,90
Veículos com semirreboque: R$ 11,80
Veículos com reboque: R$ 15,70

 
3 comentários, Clique aqui para comentar!

Comentários

Eduardo Junior

Infelizmente nosso Governador Licenciado "Geraldo Alckmin", nos deixou esta herança Maldita! Guardem este nome: "Geraldo Alckmin" para as próximas eleições! Ainda Votei neste traste para Governador!

João consult

Não só está aberração.
Após o último pedágio divisa com o Estado do Paraná, após o Rio Paranapanema - menos de 2 km - há outro pedágio. Ou seja, este país não é sério. Só há políticos espertalhões que não olham o bem do povo.

Paulo

O motorista sai de Marília, anda 5 km. e vai dar de encontro com essa praça de pedágio (R$ 7,30 para automóveis) e logo em seguida você acessa a BR-153 - Transbrasiliana em direção a São José do Rio Preto. É injusto ter que pagar esse pedágio em Marília andando um percurso tão curto para acessar a Transbrasiliana, essa praça de pedágio deveria ficar depois do acesso à rodovia federal.

 

Publicidade

goodU
Massa FM

Publicidade

Life FM
Diario