Siga Mais

Publicidade

Cocipa
goodU
Nativa FM
Cinema

Publicidade

Radio Brasil
93 FM
Unifai 2
UniFAI 1
Clinica Lu Applim

Siga Mais » Notícias » Ensino Superior

Ensino Superior

UniFAI lança comemorações dos 50 anos da Instituição em solenidade nesta sexta

08:31 atualizado: 03/08/2018 12:59

Comemorações do Jubileu de Ouro se darão ao longo de 2018 até julho de 2019 com diversas atrações.

Por: Daniel Torres | UniFAI

http://www.sigamais.com/noticias/ensino-superior/unifai-lanca-comemoracoes-dos-50-anos-da-instituicao-em-solenidade-nesta-sexta/ UniFAI lança comemorações dos 50 anos da Instituição em solenidade nesta sexta
UniFAI lança comemorações dos 50 anos da Instituição em solenidade nesta sexta, 3 de agosto (Imagem: Agência UniFAI). UniFAI lança comemorações dos 50 anos da Instituição em solenidade nesta sexta, 3 de agosto (Imagem: Agência UniFAI).

O Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) realiza nesta sexta-feira, 3 de agosto, a solenidade de lançamento das comemorações dos 50 anos da Instituição.
O evento, marcado para as 19h30 no Auditório Miguel Reale, no Câmpus II, contará com a presença de autoridades locais e regionais e terá homenagens aos fundadores da UniFAI, a todos os ex-diretores gerais das extintas Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Adamantina (FAFIA), Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia (FEO) e Faculdades Adamantinenses Integradas (FAI) e aos servidores mais antigos de cada departamento da Instituição.
As comemorações do Jubileu de Ouro da UniFAI se darão ao longo do ano de 2018 até julho de 2019 com diversas atrações. “Para os 50 anos da UniFAI estamos preparando uma programação de um ano de comemorações, com vários eventos artísticos, culturais, científicos. Será uma grande surpresa para a população”, confidenciou o reitor Prof. Dr. Paulo Sergio da Silva.

Histórico

Um dos atos mais importantes para o desenvolvimento da Nova Alta Paulista no ensino e na ciência foi a criação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Adamantina (FAFIA), em 29 de junho de 1967. Os primeiros cursos aprovados foram todos da área de Humanas, sendo eles: Ciências Biológicas, Letras e Estudos Sociais. Depois, vieram História e Geografia.
A primeira aula magna ocorreu em 4 de agosto de 1968. As aulas ainda eram no prédio do Colégio Madre Clélia, que havia sido emprestado para a Instituição. Após seis anos, foi inaugurado o prédio próprio da FAFIA, conhecido atualmente como Câmpus I.
Passados 13 anos da criação da FAFIA, uma nova conquista para Adamantina: a fundação da Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia (FEO) em 1º de março de 1980.
Em 1993 a FEO se expandiu e conseguiu autorização para oferecer também os cursos de Administração e Nutricionista. Em 1998 foi aprovada a implantação dos cursos de Farmácia e Nutrição.
Após um longo período de estagnação devido à situação política do país, o Conselho Estadual de Educação de São Paulo (CEE-SP) autorizou a abertura dos cursos de Direito e Tecnologia em Processamento de Dados em 1994.
Em 1992 foi autorizado pelo CEE-SP o funcionamento do primeiro curso de especialização, em Metodologia do Ensino Superior. A partir de 1995 diversos cursos de graduação e especialização foram aprovados, como Comunicação Linguística (1996), Comunicação Social – Publicidade e Propaganda (1997), Ciência da Computação (1997), Matemática (1998) e Ciências Econômicas (1998).
No fim da década de 1990, um novo tempo para ambas as Instituições de Ensino que tiveram o Regimento Unificado aprovado pelo CEE-SP. Com isso, FAFIA e FEO tornaram-se as Faculdades Adamantinenses Integradas (FAI) em 18 de junho de 1998, o que permitiu a expansão da estrutura física da Instituição e a abertura de vários cursos, totalizando quase 40 graduações universitárias.
E em 6 de julho de 2016, o CEE-SP aprovou por unanimidade em sessão da Plenária do órgão o processo de transformação da FAI em Centro Universitário de Adamantina (UniFAI).
Vários são os benefícios com a transformação em Centro Universitário. A Instituição ganhou autonomia universitária podendo criar novos cursos, ampliar vagas dos cursos já existentes, expedir diplomas, readequar grades curriculares bem como expandir em nível nacional o seu marketing institucional, propiciando uma maior captação de recursos por meio de projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão.
Outro diferencial do Centro Universitário é a melhoria dos cursos já existentes por meio da alteração e readequação das grades curriculares a fim de refinar a qualidade do Ensino oferecido e do incremento do número de professores atuando em tempo integral, já que para os Centros Universitários há a obrigatoriedade de que 25% do corpo docente atuem em regime de tempo integral.
O Centro Universitário propiciou, inclusive, através do curso de Medicina, a conquista de recursos para a área de saúde do município e possibilitou que a Santa Casa de Adamantina se tornasse um hospital-escola, o que resultou em um acréscimo de repasses de verbas do Sistema único de Saúde (SUS) de aproximadamente 70%, além da criação de especialidades em residência médica na Santa Casa e o aperfeiçoamento do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros.
Outro fato importante desta conquista é o credenciamento da Santa Casa de Adamantina junto ao Ministério da Educação (MEC) no oferecimento de residência médica, sendo este um meio para o internato, que é o estágio obrigatório para os dois últimos anos do curso de Medicina, momento em que o aluno passa 90% do seu tempo atendendo a população.

 
1 comentários, Clique aqui para comentar!

Comentários

SÉRGIO BARBOSA

AVE PROF. DR. GILSON JOÃO PARISOTO!!!

 

Publicidade

Massa FM
goodU

Publicidade

Diario
Life FM